Respeitando o passado (por Ise Cavalieri)

01“(…) Retumbante de glórias e vitórias mil (…)”

Quase 112 anos de história e 24 anos de vida. Mesmo vivido apenas uma pequena parte da tão grandiosa história do Fluminense, sei o quão importante foram os que passaram pelo nosso Clube, honraram nossas cores, trouxeram títulos e fizeram a alma do Tricolor ser comparada a alma de uma fênix, ave que sempre renasce das cinzas.

Nessa semana perdemos um grande jogador, mas ganhamos um mito: Washington do inesquecível casal 20. Junto com a tristeza da notícia do falecimento, veio uma constatação lastimável de pessoas que confundiam Washington com seu companheiro de campo, Assis, e até mesmo com Washington Coração Valente, estando estampando que, infelizmente, nem todos os torcedores conhecem de fato a história do nosso Fluminense.

Também nessa semana, comemoramos 30 anos do título do Campeonato Brasileiro de 1984, época do futebol jogado, aquele em que se dava o sangue pela vitória. Época em que eu nem era nascida e ainda sim faço questão de glorificar, pois o que faz parte da história Tricolor, faz parte da minha vida.

Nada como madrugar e correr para o outro lado da cidade, na tentativa de conhecer alguém que nem ao menos vi jogar, a não ser em vídeos e pesquisas as quais considero das horas mais prazerosas do dia. E mais prazeroso que essas pesquisas e descobertas sobre nossa história, são as concretização de sonhos, como de conhecer esses que são realmente ídolos.

02A grande parte que se concentra na internet, em especial nas redes sociais, são jovens e talvez tenham nascido na época do gol de barriga ou um pouco antes disso, mas a tecnologia tem nos possibilitado a rapidez de informação em sites com notícias recentes e arquivos históricos, onde podemos descobrir, em fatos do passado, o quão grande nossa história é.

Primeiro estádio, primeira piscina construída para treinos, sede da Seleção, o termo “pó-de-arroz”, a Máquina Tricolor… O Fluminense é muito mais que o time de guerreiros, é também uma escola de heróis, uns dos clubes mais tradicionais. Saber sua história é, acima de tudo, um sinal de respeito.

“Nas Laranjeiras, não se dá um passo sem pisar na glória.”

– Nelson Rodrigues

#AindaMaisFortes

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Fotos: Ise Cavalieri

1 Comments

  1. Perfeito linda jovem! A História do Fluminense começou bem antes do antológico gol de barriga do Renato Gaúcho. Devemos pesquisar e saber desde o início. ST!!

Comentário