Reflexões sobre Itaquera (por Márcio Machado)

LIVRO – A ESSÊNCIA DO FDP BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO 2 – CLIQUE AQUI

Perder nunca é bom, mas contextualizar a derrota é fundamental. Comentar jogo no calor gerado pelo seu fim em geral é pouco válido. Vamos hoje de cabeça mais fria analisar alguns aspectos do jogo e da competição que se inicia. A situação não é para desespero.

O adversário deste domingo é campeão nacional e bicampeão do seu estado; é fortíssimo em casa, principalmente por sua grande disciplina tática. Conseguimos equilibrar esse ponto e até superar muitas vezes. O Corinthians também é conhecido pela forte defesa, mas tomou um gol nosso em jogada ensaiada de lateral, ponto muito positivo. Infelizmente o Fluminense perdeu, mas vamos analisar a parte negativa.

Faltou capacidade de definição de jogo, como aliás vem faltando há algum tempo. Nem sempre se precisa de um centroavante para isso, como o Corinthians demonstrou; o que não se conseguirá é um jogador que resolva o problema sem abrir pelo menos uma exceção ao teto salarial tricolor, que de resto eu apoio.

Tem faltado experiência para manter e aproveitar momentos de controle do jogo diante de adversários nem tão mais fortes, mas mais experientes. Em Itaquera foi isso, contra o Vasco foi isso. O time base que temos é bom, mas precisa ser urgentemente temperado por um ou dois mais cascudos. Cadê o Ayrton, que nem no banco estava? O tal Gladiador se amadureceu, enfim, pode até ser útil no banco caso seja efetivamente contratado.

Falando em reforços, não deu para avaliar João Carlos que, pelo visto, é centroavante de vir com a bola dominada em velocidade, sem muita presença de área. Sua entrada ontem foi um erro. O domínio de campo era nosso e o Pedro vinha prendendo os zagueiros adversários. Posicionou-se o time em contra-ataque à toa e abriu-se o caminho para a derrota. Quero ver o novo jogador numa situação propícia a contra-ataque para avaliar. O que se pode dizer de pronto é que não é nem de perto a maior carência do elenco, e que ele, JC, terá dificuldade em se estabelecer.

Apesar disso tudo, dá para imaginar um campeonato tranquilo quanto a rebaixamento pelo menos. Muitos times jogaram pior na estreia e nós mostramos ao menos padrão tático e vontade.

Esse Fluminense apoiado pela torcida, bem escalado e com alguns reforços briga pela Libertadores. É só a politica dar uma trégua, nem que seja pela desistência do Abad e, minimamente, a torcida presente ao estádio para apoiar.

Para mim o time continua merecendo.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: m2

1 Comments

  1. Ô Marcio, o João Carlos já mostrou que é um bonde e que só foi contratado por que tem pistolão, o filho do Braga, o Pedro não é nenhum craque, mas estava bem e com sua saída o coríntians tomou conta do jogo… a troca ideal seria, sair o Pedro, centralizar o P. Diego, que tem velocidade, força e drible, colocando o Marco Junior… mais uma invenção do abelanta…. e que custou caro, pois até o empate não seria mal, mas a derrota, mesmo pro atual campeão nao dá pra digerir…

Comentário