Vitória 2 x 2 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

O Barradão presenciou uma das piores etapas iniciais do Brasileiro, principalmente do Fluminense. Exceto um bom ataque finalizado com chute de Douglas, foram dois cruzamentos à área do Vitória. Nada além disso. O Vitória levava a bola mais perto do gol, mas o passe era errado. Nos minutos finais do primeiro tempo, o Fluminense conseguiu algo que parecia impossível: piorou. E numa das falhas de posicionamento, Lucas não acompanhou o ataque do Vitória, deixou Neilton receber por trás dos zagueiros, ajeitar e bater na saída de Júlio César: 1 a 0.

Depois de dois jogos e meio, finalmente, o Fluminense concluiu ao gol. Henrique Dourado ganhou de Wallace, driblou-o, bateu, o goleiro defendeu, Wendel pegou o rebote e empatou. O jogo ficou equilibrado até a expulsão do Robinho. Com um a mais, o rubro-negro foi para frente e levou perigo. Num dos poucos ataques, Wellington Silva acreditou, foi para o fundo e foi derrubado. Pênalti marcado. Henrique Dourado na cobrança não tem para ninguém. Mas o Fluminense cometeu o erro de sempre. Ficou dentro da área e o Vitória arrancou o empate numa bola lançada, que Nogueira ficou fora da linha e deu condições para Kanu.

De uns tempos para cá, o Fluminense passou de um time ofensivo, que marcava muitos gols, para um time que cria muito pouco.

JÚLIO CÉSAR

Bola mais complicada entra.

LUCAS

Deixou muito espaços, inclusive, no gol do Vitória. Neilton teve todo espaço para matar a bola e chutar. Na frente, nem apareceu.

RENATO CHAVES

Quando saiu na área, não achou a bola e deixou espaços. Deu umas pixotadas no seu melhor estilo.

HENRIQUE

Estava dando conta do recado até sair numa cobertura de Marlon e se contundir.

NOGUEIRA

Bobeou no empate. Não acompanhou a linha de marcação e deu condições para Kanu empatar.

MARLON

Não sei o que viram nesse lateral. Dá espaços, passa mal, não vai ao fundo.

OREJUELA

Algumas coberturas, alguns passes para o lado, alguns errados. O de sempre.

DOUGLAS

Tecnicamente é superior a Marlon Freitas. Fisicamente bem, é titular.

ROBINHO

Foi vítima do exagero do árbitro. Entrou duro, mas nada além de um amarelo.

WENDEL

Depois de um primeiro tempo apagado, pegou o rebote e empatou no começo do segundo tempo. Quase marca o segundo em boa jogada pela esquerda, mas o goleiro salvou.

GUSTAVO SCARPA

Saiu no intervalo sem ter feito nada no primeiro tempo.

SORNOZA

Melhorou o toque de bola. No entanto, com a expulsão de Robinho, o Fluminense perdeu a posse de bola e prejudicou a armação das jogadas.

WELLINGTON SILVA

Único a tentar algo de diferente, mas prendeu muito a bola quando a marcação estava bem armada. Foi esperto no lance do pênalti. Caiu de produção depois da venda frustrada.

HENRIQUE DOURADO

Inteligente no lance do gol de empate: soube proteger a bola e teve visão para driblar e bater. Mais um pênalti muito bem batido.

ABEL

Preferiu retornar Douglas e deixar Marlon Freitas no banco. Depois de um primeiro tempo péssimo, colocou Sornoza. O equatoriano deu mais dinâmica e o Fluminense teve mais posse de bola. Precisa rever a transição da defesa para o ataque. A bola fica muito distante do gol adversário. Dessa forma, o Fluminense quase não cria oportunidades.

VITÓRIA

Aproveitou os momentos em que o Fluminense não reteve a bola.

ARBITRAGEM

Muito rigoroso no vermelho para Robinho. Jogada de amarelo pela imprudência da solada. Marcou bem o pênalti.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres