VAR 2 x 0 Fluminense (por Aloísio Senra)

Tricolores de sangue grená, nas últimas duas rodadas vimos mais do mesmo: o VAR operando o Fluminense, um azar inacreditável nos rondando e, para coroar, substituições equivocadas de Marcão pondo tudo a perder. O jogo contra o Internacional teve o lance mais inacreditável do campeonato, com quatro – eu disse QUATRO – irregularidades no mesmo lance. No segundo gol do Internacional, o lance que originou a jogada do gol foi invertido – deveria ter sido marcado a nosso favor; como todos viram no replay – até os canalhas da Globo, que mais tarde voltaram atrás e “desviram” –, a bola toca claramente no braço do atacante colorado e vai pra frente. Lance irregular, que até depois de consultar o VAR, aparentemente o miópico juiz não viu. Mas não é só isso! Ainda que o lance fosse válido, o autor do gol estava impedido! Mas não acaba por aí, porque o juiz apitou, parando a jogada, ANTES do autor do gol (que estava impedido) empurrar a bola para as redes. Só isso já seria o suficiente para pedir a anulação da partida, mas temos um bando de bananas nessa diretoria incompetente.

Contra o Galo, pênalti incontestável em cima de Marcos Paulo. O defensor atleticano vai com o joelho na parte de trás do joelho do menino do Flu. Se o camarada olhasse no VAR, veria claramente o que aconteceu. Mas o árbitro de vídeo, pelo qual pagamos uma fortuna, nem foi chamado. Mesmo com todos os erros, perdemos três pontos nessas duas partidas única e exclusivamente por conta da arbitragem. Parece existir um projeto em curso – muito bem-sucedido até o momento – para rebaixar o Fluminense. O que mais explica essa sequência de erros, sempre contra nós? Acabamos tendo que dar a sorte de vencer um jogo de forma inapelável (como foi contra o São Paulo), com uma exibição de gala e sem dar chances à arbitragem nos assaltar. E, claro, nem sempre dá pra fazer isso. Só que estamos num momento extremamente crucial e decisivo. O foco precisa ser retomado. Dirigentes precisam se calar, a torcida precisa continuar comparecendo e os jogadores precisam entender que não apenas é a reputação deles em jogo, mas a história do clube! E Marcão, é claro, precisa ouvir a torcida.

Tire a merda do Gilberto do time! O que falta para se convencer de que ele não pode ser titular? Todo jogo sai gol nas costas dele ou por erro de marcação dele. Estamos cansados disso! Caio Henrique volta a ser titular contra o CSA, então Igor Julião pra já! O que está acontecendo com o Ganso, que não aguenta mais jogar os 90 minutos? Toda vez que ele sai, é um Deus -nos-acuda! Está mais que na hora de reintegrar o Miguel, que é o substituto natural do PH. Nada de Nenê morto ou inventar três volantes! Você parece ter ouvido a torcida na questão do Marcos Felipe, Marcão. Por que não no restante? Não é possível que você vai querer ser lembrado como o técnico que nos rebaixou à Série B num momento tão grave quanto esse. Pense, repense, treine finalizações com esse time, passe a pensar em usar mais o Evanílson, liberem logo o Yoni pro Benfica, mandem o João Pedro pro Watford logo também, já que não temos mais como ganhar dinheiro com ele e mantenham só quem está 100% comprometido com o grupo. Até o Agenor eu dispensaria e subiria outro goleiro da base.

A rodada foi uma mãe conosco, nos mantendo um ponto atrás de Botafogo e Ceará. Escrevo essa coluna antes do jogo entre Cruzeiro e Avaí, mas não tenho grandes esperanças e possivelmente o Cruzeiro deve vencer, embora eu esteja secando e torcendo por um tropeço da equipe mineira. A chance de voltarmos ao Z4 é grande, mas não há razão ainda para desespero. O Fortaleza deu uma porrada no CSA e deixou o time alagoano bem próximo do rebaixamento, a seis pontos de distância de nós. Vamos enfrentá-los precisando muito da vitória, e se conseguirmos vencê-los, talvez o caminho fique mais tranquilo, pois teremos o Palmeiras, já sem ter o que fazer no campeonato, no Maracanã, o Avaí, ultrarrebaixado, embora fora de casa, e o Fortaleza, também no Maracanã. Se fizermos tudo certinho, dá pra tirar uns 7 pontos desses três jogos e, com os pontos conseguidos contra o CSA, darmos um chute nessa história de rebaixamento. Mas para tal, precisamos de foco. Vamos pra Alagoas lutar e vencer!

Curtas:

– Marcos Felipe, Igor Julião, Nino, Digão (parou de fazer merda) e Caio Henrique; Yuri, Allan, Daniel e Ganso; Marcos Paulo e Evanílson. O time é esse. Enquanto Marcão continuar inventando moda, vamos ficar dependendo da sorte. Ah, e quero ver o Miguel no banco!

– Guia do secador: 34ª rodada – Botafogo x Corinthians (Corinthians); Ceará x São Paulo (São Paulo); Santos x Cruzeiro (Santos).

– Palpite para a próxima partida: CSA 0 x 2 Fluminense.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

3 Comments

  1. Boa tarde. A verdade é que estamos “enxugando gelo”. Marcando passo. E, deste jeito, não saímos do lugar. Como é que vamos nos safar se nem em casa conseguimos ganhar? E não é de hoje. Foi o campeonato todo assim. Todo fim de rodada fazendo conta. Há poucas rodadas atrás chegamos a estar 7 pontos do Cruzeiro. Hoje, provavelmente, o Cruzeiro deverá abrir 3 de nós. Falar o que ….

    1. Caro Jurandyr,

      Entendo o seu desalento. Saí do Maracanã cabisbaixo, mas a rodada nos favoreceu muito. O que nos resta ê acreditar e torcer por dias melhores. Ainda não acabou. Forte abraço e ST!

  2. Aloisio, concordo com quase tudo que você escreveu, mas em relação ao VAR, eu discordo. No primeiro turno realmente fomos muito prejudicados pelo VAR, mas no segundo, houve decisões a favor e contra. Acredito que o Mário tenha feito alguma pressão. O nosso problema não é o VAR, é o time ruim, o técnico ruim e a diretoria ruim. Simples assim. ST.

Comments are closed.