Vamos celebrar (por Rods)

30jun2013---torcida-faz-festa-na-arquibancada-do-maracana-durante-a-vitoria-brasileira-sobre-a-espanha-na-final-da-copa-das-confederacoes-1372638344972_615x300Dezenove anos depois de seu fim, a Legião Urbana ainda é lembrada e reconhecida como uma das maiores, se não a maior, bandas da história da música brasileira. As letras de Renato Russo fizeram suas músicas extrapolarem os limites do pop-rock. Crítica sempre bem pensada, mas nem sempre compreendida e, infelizmente, menos ainda levada como lição.

Enquanto pensava na minha coluna de hoje, as notícias iam chegando. Ao saber que o segundo jogo da semifinal será jogado no Engenhão, uma música me veio à cabeça: “Perfeição”. Talvez seja a música mais ácida feita pelo grupo de músicos brasilienses. Um verdadeiro tapa na cara de todos nós.

“Vamos celebrar os preconceitos

O voto dos analfabetos

Comemorar a água podre

E todos os impostos

Queimadas, mentiras e sequestros.

Nosso castelo de cartas marcadas

O trabalho escravo

Nosso pequeno universo

Toda hipocrisia e toda afetação

Todo roubo e toda a indiferença

Vamos celebrar epidemias:

É a festa da torcida campeã.”

Manipulação disfarçada de conquista. Maquinações disfarçadas de acertos. Muitos fazendo por poucos. Mentiras se passando por verdades. Doenças do caráter se alastrando em velocidade máxima. É pênalti! A torcida comemora o anúncio da vitória. E comemorará até descobrir que está comemorando o fim do seu porquê. Assim na sociedade, como no futebol.

Alemanha 7 x 1 Brasil

Enquanto isso, na sala da injustiça

– Fala Rubinho!

– Meu querido! Que grande honra é falar com vossa excelência!

– Tá bom! Corta a frescura! Seguinte, tô arrumando uns documentos aqui, coisa de bombeiro, de segurança e tal. Vou mandar lá pro Cadu. Aí ele vai te procurar e você manda esse segundo jogo lá pro Engenhão, tá entendido?

– Mas doutor, os caras vão chiar por causa da regra do mando de campo que a gente criou.

– Não interessa. Fala que chegaram com um chororô qualquer e que você aceitou em nome do bem maior dos federados. Vê se não faz besteira que nem o Buda, que…

– Duba.

– O quê?

– O nome dele é Duba.

– Ah, que seja! Mandei ele retrancar o time. Não me ouviu e deu no que deu. Até aquele advogadozinho fez chacota dele.

– Pode deixar comigo. Solto isso na imprensa hoje mesmo. Gostou do que armei nos julgamentos?

– Não fez mais que sua obrigação! Vamos f… esses caras e mostrar que isso aqui tem dono. Até mais ver!

– Até mais ver, padrinho!

Vou deixar vocês decidirem se o diálogo acima foi real. Mas, em minha opinião, se não foi, bem que poderia ter sido.

Pra finalizar, deixo aqui minhas saudações ao Pierre! Seja bem-vindo, guerreiro!

ST!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @Rods_C

Imagem: UOL

#SejasóciodoFlu

6 Comments

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. tenho certeza de que esse texto é real. foi um grampo da pf para investigar essa corja.

  2. Mas realmente …mas realmente…você venceu!! (blitz)

    Esse diálogo foi REAL.

    ST

Comments are closed.