Vai começar 2017 (por Marcus Vinicius Caldeira)

caldeira red 2017

Hoje, o nosso amado Fluminense Football Club vai a campo para a primeira partida oficial na temporada de 2017.

Às oito horas da noite, em Juiz de Fora, estrearemos na disputa pelo bicampeonato da Primeira Liga, contra o Criciúma.

Enfim, bola rolando.

Com Abel Braga, um time remodelado (30 jogadores deixaram o clube desde o fim do Brasileirão do ano passado, em um processo de reestruturação do elenco), com Orejuela e Sornoza estreando e sem Scarpa servindo a seleção, o Fluminense tem um bom teste logo de início. O recém contratado lateral direito Lucas, não foi regularizado a tempo e não joga amanhã. Richarlison tambpem está fora, pois está na seleção sub-20 (aliás, jogando muito).

O Criciúma, que hoje está na série B, tem como treinador Deivid (ex-jogador de Flamengo, Cruzeiro e outros times grandes) e vem motivado para a disputa do torneio, embora o time seja de jogadores desconhecidos da maioria.

No lado do Fluminense, a diretoria mudou a estrutura do departamento de futebol (ainda não está completa a reestruturação). Trouxe Alexandre Torres para o cargo de Gerente de futebol, e este está totalmente integrado com o Fernando Veiga (VP de futebol) e Marcelo Teixeira (Diretor das divisões de base). A ordem foi reduzir o elenco, reduzir a folha salarial, aproveitar o máximo a base e contratar pontualmente, diante de diminuição da capacidade de investimento, até que se reordene o caixa do Tricolor (patrocínio, fornecedor, novas receitas, diminuição de despesas). Muda também a filosofia, em busca da intensidade do jogo, juventude, espírito de luta e claro, sempre procurando a técnica.

Como os treinos foram fechados, não dá para saber o esquema que Abel usará. Quando campeão brasileiro e carioca pelo Fluminense em 2012, o esquema foi o 4-2-3-1. O jogo era de marcação e saída em contra ataques. Porém, o elenco era outro e os tempos eram outros também. A conferir.

A zaga titular é praticamente outra: Lucas na lateral direita (amanhã joga o Renato), Renato Chaves e Henrique, com Léo Pelé na esquerda.

A “maiuca” deve ir a campo com Douglas, Orejuela e Sornoza. A linha ofensiva com Welington, Henrique Dourado e Marco Jr.

Não tenho dúvida que esse time pode disputar o título carioca e o da Primeira Liga. Para o Brasileirão, serão necessárias mais umas contratações de jogadores cascudos (técnicos, sem ser medalhões em fim de carreira, com experiência no Brasileirão e que venham para somar).

Vamos com força e fé!

Finalmente, começa a bola rolando em campo.

Aleluia!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvinicaldeira

Imagem: rap

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres