Só dependemos de nós (por Paulo Rocha)

paulo-rocha-novo-casal-20-red

A péssima arbitragem do Fla-Flu ainda está engasgada, contudo não surpreende. Quantas vezes o time rubro-negro foi beneficiado pelo juiz nestes confrontos? Nem tente lembrar, são incontáveis. E, apesar da tentativa do presidente tricolor de anular a partida (o que não acontecerá), é melhor que falemos sobre qual caminho o Fluminense deve traçar para se manter no G6 e obter a vaga na Taça Libertadores da América do próximo ano.

Vamos deixar para lá os erros da arbitragem (sejam eles propositais ou apenas provenientes de incompetência), as falhas ridículas da defesa e a demora de nosso treinador para ler o jogo à sua frente e fazer as óbvias mudanças. Deixemos isso para lá. Os beneficiados de ontem serão os mesmos que amanhã estarão chorando a perda do título pelo mesmo motivo. Concentremo-nos, isso sim, no caminho que teremos que percorrer nestas oito últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

O melhor resultado para o Fluminense nesta última rodada foi, acreditem, a vitória do Grêmio sobre o Atlético-PR. Ela nos manteve no G6 mesmo com a derrota no clássico de Volta Redonda. Fosse empate este jogo ao qual me referi, o time do Paraná nos teria ultrapassado na tabela por ter uma vitória a mais.

Nestas oito rodadas finais, teremos quatro jogos em casa e quatro fora. No Rio (seja em Edson Passos ou, finalmente, no Maracanã) pegaremos São Paulo, Vitória, Atlético-PR e Internacional; fora, iremos enfrentar Coritiba, Cruzeiro, Ponte Preta e Figueirense. Tenho a seguinte impressão: se fizermos o dever de casa bem feito, com mais dois empates fora não haverá quem a nos tire a vaga.

Vamos esquecer as injustiças, as roubalheiras e pensemos somente no nosso trabalho, Estamos vivendo o início de uma nova era com a construção de nosso Centro de Treinamento; vamos trocar de presidente agora neste fim de ano e o novo mandatário já começará a trabalhar acalentando o sonho de um estádio para o Fluminense. Agora, se realmente conseguirmos nos classificar para a Libertadores, precisaremos de um time reforçado. E não é com William Matheus, Dudu, Maranhão e outras coisas do gênero.

Encerro contando os minutos para que o jogo contra o São Paulo chegue logo. Em Edson Passos, diante de nossa torcida, contra um adversário que já não possui grandes aspirações neste campeonato e nem costuma fazer da arbitragem sua principal aliada, temos a obrigação de vencer e de seguir em frente. Só depende de nós. E nós vamos conseguir, podem acreditar.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: paroc

2 Comments

  1. Hola tricolores,
    Concordo com você. Estamos no meio de uma empreitada difícil porém possível, e dependendo somente de nós mesmos. Ainda que tenhamos razão quanto aos erros grosseiros da arbitragem , não convém dedicar energias a isso quando temos um jogo importante já na próxima segunda feira.
    ST

  2. 1º dever de casa desperdiçado.

    Caso anulem o jogo, só não pode fazer outro vexame como contra a chapecoense e como o ontem.

    ST

Comments are closed.