Segunda chance (por Gustavo Reguffe)

MICHAEL

Nuvens carregadas rondam o Flu.

Não bastassem os seguidos problemas físicos que afastaram alguns de nossos principais jogadores nesse início de temporada, agora o clube é pego de surpresa com o terceiro caso recente de doping.

Primeiro foi Thiago Neves, que acabou não escalado em alguns jogos por precaução, após ter tomado por conta própria medicamento à base de corticóide.

Depois, Deco, aparentemente vítima de uma farmácia de manipulação, onde teria comprado vitaminas das quais faz uso regular. Por último, o resultado positivo de Michael para cocaína, substância que o próprio jogador confessou ter usado.

Apesar de os incidentes guardarem algumas diferenças entre si, a recorrência do assunto em curto espaço de tempo preocupa e merece atenção por parte da diretoria tricolor.

De uma forma geral, acredito que o clube terá mais facilidade de agir preventivamente em situações semelhantes aos dois primeiros casos, que envolveram Thiago Neves e Deco, respectivamente. Ora, se o jogador faz uso de algum tipo de vitamina ou medicamento, isso tem que ser feito em consenso com o departamento médico de futebol.

Este procedimento é tão óbvio que, quando não acontecer, deve-se apurar o responsável e, se for o caso, aplicar a devida punição.

Já o caso de Michael é mais delicado. Aqui não se trata de remédios ou suplementos; o jogador usou uma droga socialmente, em momento de lazer.

Acho que a reação imediata da diretoria foi positiva: declarou apoio ao jogador e oferecerá todo o suporte médico e jurídico necessários.

Michael é jovem e vem ganhando projeção rapidamente, tanto nos profissionais do Flu quanto nas seleções de base. Nesse momento é necessário cuidado especial para que um garoto promissor como ele não se perca em meio às tentações consequentes de uma ascensão rápida.

Nesse momento ele precisa de acompanhamento, de uma voz experiente que o faça enxergar o que pode acontecer em sua vida pessoal e profissional, de acordo com suas escolhas daqui para a frente.

Michael já se mostrou disposto a fazer o que for preciso para que este incidente seja superado o mais rapidamente possível. Torçamos então para que sua punição não seja das mais rigorosas; o Flu espera poder contar com ele em breve.

Afinal, todos merecem uma segunda chance.

Gustavo Reguffe

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

1 Comments

Comentário