Sangra o coração tricolor (por Paulo Rocha)

Neste mês de novembro, que se inicia hoje, completarei seis anos sem ingerir bebidas alcoólicas. Contudo, ontem, acordei numa ressaca filha da puta. Cabeça inchada. O Fluminense está triturando nossa mente e nossa alma. Está difícil, muito difícil mesmo, torcer para este clube que tanto amamos de paixão.

Admito que, quando Marcão assumiu a vaga de Oswaldo, me motivei, acreditei numa reação. Ela até começou, mas parou. E agora, falando do fundo do coração, não sei mais se conseguiremos nos salvar da degola. A não ser que haja um fato novo, parecemos caminhar rumo ao cadafalso.

O jogo contra o Ceará mostrou-nos o que de pior pode haver numa equipe de futebol: limitação técnica e tática, falta de liderança, de confiança e de vergonha na cara. Lamentável em todos os sentidos. Um time de merda representando um clube grandioso. E a torcida tricolor segue carregando sua cruz.

Neste sábado, teremos um duelo com o Vasco. Algum tricolor está otimista? Duvido. Nem sei se conseguirei assistir. Futebol é para alegrar a nossa vida e o Fluminense nos tem feito sofrer demais. Há anos lutando para não cair. Como está difícil vestir nossa camisa nos dias de hoje.

Vou parar por aqui. Não consigo escrever mais. A lembrança dos olhos cheios d´água de meu filho sentando ao meu lado no sofá da sala e o fato de termos quase passado a noite em claro são ônus que não desejo a nenhum pai. O que podemos fazer? Apenas rezar. Ou esquecer que o Fluminense existe – se conseguíssemos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

3 Comments

  1. Boa tarde. Vai aí uma sugestão de um tricolor de 66 anos. Não ligue. O garoto se recupera. Esse Fluminense de desastrosas gestões consecutivas (inclusive da era Unimed) simplesmente não me representa. Não ligo mais. O meu Fluminense era de Castilho, C. Alberto, Procópio, Altair, Denilson, Amoroso, Félix, Oliveira, Galhardo, Assis, Marco Antônio …… Edinho, Tadeu, Mário, Gilberto, Pintinho, Cléber, Gil, PC, Ri-ve-li-no, Dirceuzinho, vou até o time de 83 a 85. E só. Daí em diante, a…

  2. O Marcão, em virtude até a falta de pontaria do Yoni, escalar um ataque com João Pedro e Marcos Paulo, com este último podendo atacar pela esquerda ou pela direita. Ou ainda escalar o Marcos Paulo no lugar do Ganso e deixar JP e Yoni Gonzalez no ataque. Já acertou a colocar dois volantes. Até a última partida, quando já pode ser tarde demais, ele escala a melhor escalação do momento.

Comments are closed.