Quem é o dono da bola do Flu? (por MV Scalercio)

Prezado(a) leitor(a),

Toda pelada tem a figura do “dono” da bola. Geralmente aquele que tem uma situação mais abastada e quase nem sempre é o melhor jogador do certame.

Sou um fruto da geração playground.

Mesmo no prédio onde morava havia a ilustre personagem.

Podia ser coadjuvante mas era sempre respeitado e quem muitas vezes escolhia o time.

Nesta quinta-feira o que se viu foi um embate de quem seria o dono da bola.

De um lado, um jogador de qualidade incontestável. Porém, que apresenta há alguns anos um futebol abaixo do que se espera.

De outro, um técnico que não tem reconhecimento da torcida e dos comandados. E pior: age de forma grosseira e deselegante.

E no meio da confusão: o Fluminense Football Club. Desrespeitado por ambos.

Poderia falar mais uma vez da atuação peladeira do Gilberto. Falar de mais uma expulsão do Digão. Mas não, falo da estrondosa vergonha ocorrida ontem.

Um time que precisa de sintonia entre comandante e comandados para sair da delicadíssima situação no campeonato não pode passar por isso. Nem sua torcida.

E o que se espera de nossa diretoria? Posição firme de quem deve mandar e se fazer presente.

Pronta esta coluna, já esquentando ao lado do campo, recebo a notícia da demissão do técnico. Me surpreenderia se não acontecesse.

Agora espero a devida reprimenda ao jogador. Pois em brancas nuvens não pode ficar.

Mas o resultado na quinta foi milagre diante das adversidades do jogo. Será que teremos esta ajuda sobrenatural de novo?

Melhor fazer a nossa parte e sermos donos da bola, e tambem donos de nosso destino!

Saudações
Sempre
Tricolores

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

2 Comments

  1. Scalercio, pelo que sei o Ganso foi multado. Qualquer outra ação contra ele, como suspensão ou demissão, prejudicaria o Fluminense, pois a falta de cabeças pensantes dentro de campo, o transforma em um jogador imprescindível ao time, mesmo que, devido às cirurgias nos joelhos, ele nunca mais tenha sido o Ganso que jogava ao lado de Neymar. ST

  2. Opinião bem enquadrada nesse mundo “políticamente correto”. É uma pena.

Comments are closed.