Que vacilo, Abel! (por Márcio Machado)

Não foi a gente que te pediu nada, tá até certo. Você talvez tenha sido trocado injustamente com o Vasco, mas o Horta na presidência era assim.

Você também tem todo direito de não querer trabalhar em clubes que considera em más condições, tem uma condição no mercado (um tanto exagerada) que lhe permite escolher trabalho.

A gente até aceita que você não queira trabalhar com o Celso Barros. Eu, como sócio do clube, e muitos médicos no Rio, acho o mesmo, mas se você conversa com ele cordialmente, dá ideias e depois não segura a onda, é complicado.

Sem falar o aspecto do “não trabalho mais esse ano” ser uma desculpa esfarrapada como já poderia imaginar. O mais interessante é você cumprimentando o técnico adversário Ney Franco e citar os problemas daqui que, no fundo, são bem maiores aí, apesar de semelhantes.

A nossa roupa suja foi lavada em campo e o time voltou a se empenhar com o técnico interino (ou não). Já o senhor, que pena, provavelmente vai compor uma comissão técnica com Thiago Neves, Edilson, Fred, Dedé etc.

A quem renega suas origens resta um personagem de ontem na trilha sonora – toca aí, Ney Franco! -, na beira do caos.

Simboliza o momento do Abel. ST.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

2 Comments

  1. Ainda bem q não aceitou…
    Abelanta tá mais para cozinheiro do q treinador…só joga com panelinha…
    É verdadeiramente o representante do SURREAL !!!

  2. Concordo com vc mas ainda bem que ele preferiu o Cruzeiro. Abel é uma piada, viu o que ele fez no Flamengo? ST

Comments are closed.