Peter Siemsen e mais (por Marcelo Vivone)

Começamos a semana com a excelente notícia do acerto do clube com a prefeitura para aquisição do espaço do nosso futuro CT. Mais um trabalho de grande valia realizado pelo nosso atual presidente. Já no seu 2º ano de mandato ele cumpriu sua principal promessa de campanha.

Arrisco-me a dizer que o seu mandato é um presente que o tricolor mais tradicional do Brasil merecia, por toda a sua história de glórias e seu passado que se confunde com o próprio futebol brasileiro. Depois de uma década negra e a recuperação já na década seguinte, o torcedor tricolor foi brindado com a gestão Peter Siemsen. A confirmar 3 anos com esse nível de trabalho e com sua reeleição, o clube estará dando passos de gigante rumo ao futuro e ao passado.

Ao futuro, porque o clube estará definitivamente fincando-se no século XXI no que concerne a uma gestão competente e profissional, com planejamento a curto, médio e longo prazo. Ao passado, porque continuando o clube no rumo em que está desde o início da gestão atual, irá certamente retomar o seu lugar de protagonista do esporte brasileiro, seja em termos de resultado e títulos, ou como exemplo para todos os demais clubes brasileiros.

Parabéns e obrigado, Peter Siemsen.

Observação: É importante mais uma vez salientar que não pertenço a qualquer partido ou corrente política do clube. O texto acima é somente uma constatação de um amante incondicional do Fluminense Football Club.

-#-

Não tenho como afirmar que Fred tomou o 3º cartão amarelo intencionalmente. Se o fez foi muito bem pensado, pois nosso próximo adversário é mais fraco que o seguinte a ele, o Náutico, e depois temos a sequência de clássicos com Flamengo e Botafogo. A lamentar somente que um jogador que é o centroavante do time vá cumprir a sua 2ª suspensão por cartões amarelos, cartões esses oriundos quase que em sua totalidade por reclamações contra os juízes.

-#-

Diferente da opinião de vários companheiros tricolores, eu gostei muito do mando de campo contra Atlético/GO e Náutico serem exercidos em Volta Redonda. O Fluminense tem um ótimo histórico na cidade do sul do estado e a torcida parece sentir-se muito mais à vontade lá do que no deprimente Engenhão.

-#-

Nesse fim de semana temos uma boa oportunidade para finalmente obter a liderança também em pontos perdidos. O Náutico nos Aflitos não é fácil de ser batido, principalmente pelo péssimo estado do gramado.

-#-

Estranha a coincidência de em vários jogos, principalmente em casa, o Atlético jogar durante mais de um tempo com um jogador a mais. O fato aconteceu novamente no jogo de quarta-feira contra o São Paulo. Como tivemos aquele impedimento mal marcado no final da partida justamente contra o time mineiro, o sinal de alerta está aceso.

-#-

O time mais uma vez jogou mal e saiu vitorioso de uma partida. Os mais pragmáticos dirão que o importante é vencer e que é perfil de time campeão ganhar mesmo quando joga mal. Os mais críticos dirão que é verdade, mas que gostariam de saber quando o time terá uma sequência de bons e convincentes jogos. A certeza por enquanto é que somos líderes do campeonato mesmo jogando mal em várias partidas.

-#-

Não tem como um time ter boa saída e um bom toque de bola (e consequentemente jogar bem) com Edinho e Diguinho ao mesmo tempo em campo. Não há toque de bola que resista a 2 jogadores tão limitados como esses, por mais que Edinho tenha melhorado. O bom que ele tem a oferecer é muito pouco para um clube da grandeza do Fluminense. Diguinho continua muito mal e não há sentido algum em sua escalação, além de ocupar o espaço em que o muito bom Jean sente-se mais a vontade.

-#-

Thiago Neves foi a São Paulo?

Marcelo Vivone

Panorama Tricolor/ FluNews

@PanoramaTri

Imagem:

Contato: Vitor Franklin

15 Comments

  1. Qualquer que fosse o presidente, receberia este CT. Assim foi com os outros 3 clubes do RJ.

    Sabemos que quem realmente toca (e bem) o club é o Sr. Vasconcelos.

    E quem realmente toca o football é o Sr. Barros através do Sr. Caetano.

    O resto é jogo político de clube de bairro.

    Peter é um pouco menos fraco que os demais que recentemente passaram por lá.

    Seremos tetracampeões!

    1. Ueda,

      Você devia se informar mais antes de escrever besteiras. Não confunda delegação e gestão profissional com omissão. A diferença é que cada área do clube está entregue a um especialista no assunto que tem feito diversos resultados aparecerem. Isso é a grande diferença: antes só tinha amador e troca de favores. Hoje tem gente que entende do que faz. E isso é mérito total do presidente e de sua equipe.

      Hoje o Fluminense não está mais antecipando receitas de anos futuros, paga em dia (funcionários e impostos), está reformando todo o clube (só a reforma do parque aquático gerará uma economia monstruosa de cloro). Xerém voltou a ser uma realidade e, em parceria com a UNIMED, passamos a investir mais na base do que em jogadores famosos em fim de carreira. Sem planejamento e equipe de primeira linha, isso jamais aconteceria

      Ou você acha que quem realmente tocava o clube na gestão anterior era o Horrorcades. Ou que ele, mesmo com os atuais gestores de área conseguiria fazer o mesmo?

      Sds Tricolores,

      1. Quem começa a postar escrever dizendo que o outro escreve besteira, já começa mal, muito mal. É típico de quem é mal educado ou intolerante.

        Vamos ao cerne, se o que resulta em bom resultado é fruto da delegação, o mérito é do delegado.

        Só que na prática e observado por quem não está envolvido na política do clube, sabe que quem manda no futebol é o Celso. Não existe nem delegação neste caso. É intervenção mesmo. Intervenção de quem tem o cacife político do APOIO decisivo eleitoral e financeiro.

        Já a terceirização do Club, fica por conta do competente Jackson, enquanto o presidente toca seus negócios particulares, que é o melhor que faz.

        Enquanto isso, o grupo político Flu-sócio vai realizando perfumarias e de vez em quanto criando confusões e atrapalhando o sucesso do FFC, na sua pseudoparticipação do dia a dia.

        E que voltem logo os jogadores mais experientes como Fred e Deco, já que com esta garotada esforçada de Xerém, não dá nem para enfrentar o fraco dragão lanterna.

        Para o torcedor comum, como nós, a maioria, Horcades, Fischel, Peter e demais são apenas instrumentos do jogo político de um clube do bairro, sem importãncia.

        Queremos é títulos, não babação explícita de politiquinha de cloros, parquinhos e roletas.

  2. Estou bastante desconfiado dessas ajudas que o Atlético Mineiro vem obtendo das arbitragens,isto está cheirando ao que meu tio me dizia quando eu era criança em Valença,Wilhinho durante a vida observe a MARMELADA.

  3. Parabéns pro tal de Ueda aí de cima, sabe tuuuudo mesmo.
    Se supostamente “quem toca o clube (e bem)” é o Jackson, mérito de quem o designou,não?

    As obras na piscina, no novo bar da piscina, no museu, nos vestiários e no novo restaurante também caíram do céu, aconteceria com qualquer presidente.

    Força, Peter. Força, Celso.
    Vamo, Flu!

  4. Ueda,

    Se vc leu a primeira notícia que saiu do CT, deve saber que todos os 4 CTs sairam apos iniciativa do Peter Siemens em procurara prefeitura para o projeto. Aí o prefeito disse que só faria se fosse para os 4, e isso foi ainda no ano passado. A coisa se desenrolou e o Flu era o único com projeto pronto, segundo a mesma matéria.

    Pelo que se sabe, há investimentos sério em Xerém, há mais jogadores de base no profissional, a parceria com a brahma mudou (antes eram revistas,hoje é Sala de Trofeus e CT e Sócio Torcedor), o clube está em reformas estruturais…realmente não entendo esta fraqueza toda, mas tudo bem.

  5. Lendo um comentario gostaria de saber o que o Presidente Peter Siemsen teria que fazer para ser reconhecido como um dos melhores presidentes que o clube já teve, pois é impressionante como determinados cidadãos acham a grama do vizinho sempre mais verde.

  6. De fato o presidente está fazendo um trabalho de recuperação patrimonial, não só no que se refere só imóveis (sede das Laranjeiras, museu, sala de troféus, vestiários, Xerém), além da recentes notícias do CTC e da arena das Laranjeiras, mas também o futebol do clube, que está muito bem nos últimos 3 anos e recupera o prestígio nacional. O próximo passo é fazer uma projeção internacional do clube e não só via futebol profissional, mas nos demais esportes chamados amadores (natação, vôlei, basquete,etc.).
    O que falta ainda ao Fluminense um planejamento de longo prazo, um pensamento estratégico que busque projetar a marca Fluminense, garantir faturamento robusto e que implique em resultados nos níveis estadual (recuperar a liderança em títulos), nacional (vencer um brasileiro a cada 3/4 anos, vencer Copa Brasil e Copinha SP) e internacionais (Sul Americana, Libertadores e Mundial de clubes). Se não houver objetivos e metas audaciosos viramos um framengo da “patricinha armarinho”.

  7. Adoro estes comentários do tipo “se a coisa vai é por conta de fulano se vai bem é porque qualquer um faria ou sorte”.

    Isso acontece direto com o Peter Siemsem e Abel!

    Para quem não sabe este acordo com o Paes foi iniciativa do Peter e a questão dos outos clubes veio depois como um arranjo para não desagradar ninguém!

    As pessoas precisam saber sobre o que estão falando!

    Com todo respeito: “os cães latem e a caravana passa”.

  8. Mais um penalti não marcado, desta vez em Fred, a arbitragem já vem dando sinais há muito tempo que vai tentar atrapalhar o tetracampeonato tricolor, muitíssima atenção neste sentido diretoria.

    Vou observar com muita atenção se a CBF vai fazer com o sandro meira ricci o mesmo que fez com o bandeira do jogo santos x corinthians.

    O Kalil sempre bateu de frente com a globo, mas tudo mudou de repente, agora, são grandes amigos, o texto abaixo prova a estranha amizade entre os até então inimigos:

    http://www.esporteemidia.com/2012/09/globo-e-atleticomg-iniciam-nova-fase-no.html

    Off: sobre o caso das organizadas, minha opinião é bem simples: se quer entrar no estádio, tem que pagar ingresso como todos os outros torcedores.

    Sábado mais uma final contra o atlético-go.

  9. Pessoal,

    Agradeço a todos pelos comentários. Concordo com todos, exceção veemente ao Ueda, que realmente parece não saber muito bem do que está falando. Lembrar que uma gestão competente e uma liderança de fato passam necessariamente por saber delegar e escolher bem os seus subordinados. Tenho 40 anos e não me lembro de uma gestão como essa. Como coloquei no texto, Peter não fechou sequer 2 anos de mandato e já teve muitas ações que deixarão um legado enorme para o clube. Eu espero (muito!!) que o 3o ano continue no mesmo nível e que ele seja reeleito.

    Um grande abraço a todos.

  10. Excelente comentário, realmente ha anos o clube estava abandonado, hoje temos uma perpesctiva de que Xerem traga novas fontes de receitas , alem do clube que esta no caminho certo da modernização.

  11. A gestão do Peter Siemsen está me surpreendendo muito ! Não que eu duvidasse de sua competência (aliás, nem o conhecia), mas é que está sendo acima da minha expectativa mais otimista. Além de reformular o clube inteiro, da piscina à sala de troféus, está administrando o futebol com muita competência, inclusive com planejamento a longo prazo, o que não se vê no Flu há muito tempo . A atenção que está dando a Xerém é digna de elogios e já está rendendo frutos. E os frutos aumentarão mais ainda num futuro bem próximo. Ao invés de vender nossos futuros craques ou ceder parte de seus passes antes mesmo de chegarem ao profissional, está se apressando em assinar contratos vantajosos para o Flu, mantendo-os jogando pelo Flu por um bom tempo, e com multas rescisórias altas. Ou seja, como bem disse o Vivone: parabéns e obrigado, Peter Siemsen ! SAUDAÇÕES TRICOLORES ! PS: ou foi uma piada desse tal de Ueda, ou ele é um framenguista infiltrado a fim de tumultuar o ambiente tricolor.

Comments are closed.