O primeiro ano dos nossos que virão (por Erica Matos)

Nossa carga emocional tem estado ligada a 220V. Depois de domingo, tenho a sensação de que passaram mais dias do que o calendário me diz.

Fizemos uma linda festa no Maracanã, perdemos em campo, mas a sensação que tive foi a de que ganhamos muito enquanto torcida, pois há tempos não se via o que vimos no último clássico.

Fizemos 113 anos com muitas comemorações, orgulho e motivos para nos alegrarmos.

Tivemos a notícia de que Cícero estará de volta. Isso me deixou feliz demais e aumentou minhas expectativas acerca do campeonato que vai para a 15ª rodada.

Tenho ouvido por aí que é “loucura” o Fluminense estar no G4.

Qual será o motivo de tanta surpresa?

Ah, sim: o time que estava sendo apostado que brigaria para não cair está brigando pela liderança.

O Fluminense que iria acabar está calando a boca dos que de fato não sabem da grandeza e da infinitude do nosso clube. Quando parecemos fracos é que somos ainda fortes! Este é o FFC.

Amanhã cedo temos um jogo contra a Chapecoensse fora de casa. O jogo pode nos trazer três preciosos pontos.

Eu espero um Fluminense como tenho visto. Com humildade acima de todas as novas contratações. Espero fé nos meninos de Xerém, que nos têm enchido de orgulho. Espero um time bem diferente do time que jogou contra a mesma Chapecoense no final do ano passado, onde tínhamos o plano de saúde (que era de doença), e perdemos vergonhosamente por 4 a 1, com o Maracanã cheio e ainda tivemos que ouvir do capitão que nossa atitude de gritar “olé” era errada. Felizmente passou.

Acredito em mudanças e espero que de fato, o nosso capitão seja de verdade o que saiu do jogo contra o Cruzeiro, falando (que é o que ele gosta de fazer) mas falando bem dos meninos da base. Espero humildade e ele tenha aprendido que o Fluminense somos nós e respeito é o mínimo que todos devemos ter.

Que cheguemos com muita simplicidade, garra e com o coração na ponta da chuteira amanhã. Vamos viver uma rodada de cada vez. Se a liderança tiver que vir, ela virá . Eu tenho fé que ela está bem perto e a desejo junto a nós na 36ª rodada, em especial.

Como canta o grande tricolor Gilberto Gil, vamos andar com fé , que a fé não costuma “faiá”.
____

SAMSUNG

Tenho muitos motivos para me alegrar nesta semana que está por vir. Daqui a três dias, fará um ano da primeira vez que pisei nesta casa.

Dia 28/07/2014, entrei no PANORAMA pela primeira vez.

Depois de ter lido o texto do Paulo-Roberto Andel, no fim do campeonato de 2013, prometi a ele e a mim mesma que iria conhecer a casa dos cronistas reunidos.

Vim para fazer um especial, onde fui entrevistada por Paulo e Lúcio. Junto a eles, conheci naquele dia a delicadeza do queridíssimo Caldeira, a doçura do Seu Limão, a simpatia do Renato e a implicância do Catalano.

Mal sabia eu que aquele era só o primeiro de muitos os dias em que estaria no PANORAMA. Mal sabia que aqueles e, posteriormente os demais do grande time, se tornariam especiais e prioridade em parte da minha vida.

Agradeço pelo primeiro ano junto a este timaço de apaixonados por futebol e pelo Fluminense em especial.

Agradeço pela nova família que ganhei dentro do estádio e fora dele.

Depois de 28/07/14, Paulo me convidou para escrever para o site. Acho que ele não sabe o quão significativo foi aquele convite, pois estar aqui toda semana tem sido um prazer inenarrável.

Aí foram colunas, gravações, PANORAMA de salto, conversas, amizades, carinho, companheirismo e um prazer enorme em ser parte de uma equipe que admirava ao longe, e que hoje tenho muito orgulho de dizer que sou parte dela.

Obrigada aos amigos do PANORAMA e obrigada aos leitores e expectadores desta casa. Vocês são muito especiais para mim!

Que seja o primeiro ano do resto de nossas vidas .

ST e um abraço gigante!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @erica_matos 

Imagem: em

eri 3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres