O número errado (por Juliana Rolhano)

CAMISA

Hoje à noite teremos um belo clássico: Fluminense e Botafogo na arena Pernambuco, às 18h30. Ocupando a quarta posição do Campeonato Brasileiro, o Fluminense inicia uma nova etapa e tem grandes chances de conquistar o Penta em  2013.

Depois desta longa parada (já estava com saudades), podemos sentir que finalmente nossa história tomará um rumo positivo. Afinal, nossos craques estão de volta. Os mesmos craques de muitos e muitos jogos passados. Os mesmos desde sempre. E isso me faz lembrar uma saga que vivi há poucas semanas: A difícil missão de trocar uma camisa de time.

Ganhei uma linda camisa do Fluminense recentemente, mas não serviu. O tamanho estava errado. Ela era um número maior que o meu. Solução normal: trocar. Sim, sou mulher. E sim, adoro um shopping, mas nunca imaginei que fosse tão difícil trocar uma camisa deste tipo.

Na primeira vez que fui até a loja, fui animada e certa de que seria muito fácil. Bastava pedir o número correto. Ledo engano. Como num passe de mágica, todas as camisas femininas esgotaram. Simplesmente sumiram.

A segunda tentativa foi ainda mais frustrante. Ver os próprios vendedores indicando trocar a camisa por ela mesma só pra estender o prazo de troca. Foi a certeza de que ainda demoraria muito tempo pra conseguir meu número correto.

Depois de várias tentativas frustradas, confesso que desisti de trocar. Resolvi adotar uma nova estratégia: Decidi fazer um ajuste e torcer para que fique bom.

E é mais ou menos isso que nosso técnico tem feito com o Flu. Estamos com o mesmo elenco desde o ano passado. Muito bom por sinal. Elenco vencedor. Mas são os mesmos que também tem defeitos e também são os mesmos que possuem um longo histórico de contusões. Não são o “tamanho ideal“, mas são os craques que temos.

Abel precisará fazer muitos ajustes e reinventar o time. Creio que isso não será um problema. Ele precisará ajustá-lo para que fique do tamanho certo. O tamanho da vitória!

Assim como minha camisa de número errado ficará perfeita com as adaptações corretas, vamos torcer para que Abel faça os ajustes necessários para que o Flu caiba perfeitamente neste Campeonato Brasileiro

Sorte é que a nossa camisa que tem o nome Fred estampado está de volta!

Juliana Rolhano

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres