O maior? (por João Boltshauser)

IMG_20150416_230626

E Fred segue sua rotina de quebrar recordes com a camisa tricolor. Além de ultrapassar a marca de 300 gols em sua carreira e subir mais uma posição na lista de artilheiros tricolores, chegando ao sexto lugar, fatos já amplamente divulgados, com os dois tentos marcados sábado contra o Botafogo o centroavante atingiu mais uma marca histórica pelo Fluminense: passou a ser o maior artilheiro da história do clube contabilizando-se apenas jogos de competições oficiais (excluindo-se amistosos e torneios festivos). Com os 150 gols marcados, todos eles por certames oficiais, Fred ultrapassou Waldo, que marcou 319 gols pelo Fluminense, mas apenas 149 deles nas condições citadas acima.

Não quero aqui reescrever a história nem tirar o mérito de grandes ídolos tricolores. Waldo é o maior artilheiro da história do Fluminense e ponto final. Sem ressalvas. Estamos comparando épocas com calendários bem distintos. Waldo jogou numa época em que a temporada se resumia basicamente a um Torneio Rio-São Paulo de nove rodadas, um Campeonato Carioca de 22 jogos, às vezes um pouco mais, e o resto do ano era preenchido com excursões Brasil, ou mundo, afora. Não por acaso marcou 161 gols em 171 jogos amistosos pelo Fluminense (somando-se mais nove gols em torneios, chega ao seu total de 319 gols). Fred por sua vez jogou apenas uma partida amistosa, a vitória de 2 a 0 sobre o Rio Branco-ES em janeiro de 2010, e não marcou. Poderia ter feito gols “extra-oficiais” na Florida Cup, no início deste ano, mas coincidentemente acabou não jogando. Enfim, cada época tem suas particularidades e tudo isso deve ser levado em consideração. O Campeonato Brasileiro por exemplo, sequer existia e hoje ocupa mais da metade da temporada, com 38 jogos por ano. Feitas essas considerações, o fato é que Fred acaba de alcançar mais uma marca de grande relevância nas Laranjeiras.

IMG_20150413_064140

OBS: Torneio Aberto, Torneio Municipal, Torneio Extra, Torneio Início, Torneio Relâmpago, Torneio Preparatório, Taça Rio e Taça Guanabara eram competições oficiais organizadas pela Federação ou Liga responsável pelo Campeonato Carioca em suas épocas.

Vale lembrar que Fred é também o maior artilheiro do Fluminense em campeonatos brasileiros (80 gols), em competiçoes sul-americanas (13 gols), em Copas do Brasil (ao lado de Magno Alves com 12 gols, sendo que o Magnata tem 10 partidas a mais) e pela Seleção Brasileira (14 gols).

Parabéns, ARTILHEIRO! E que venham mais recordes.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: ffc

#SejasóciodoFlu

o espirito da copa divulgação

12 Comments

  1. Ídolo demais! Números incontestáveis. Raros times do país, tem, atualmente, um ídolo em campo. Valorizemos o nosso!

  2. Bolt,

    Considerando, conforme disseram por aí, que o cara é um cone, o feito é maior ainda.

    ST

  3. Excelente levantamento. Estes dados relativos a jogos oficiais devem ser mais valorizados. Por mais que observemos a ocorrência de amistosos e jogos de competições não-oficiais, o fato é que são os jogos oficiais que marcam a própria existência de um clube. Em amistosos e jogos não-oficiais se pode colocar em campo jogadores sem condição de jogo. O Pelé em 1978, que fez um amistoso pelo Fluminense depois de encerrada a carreira, por exemplo. Não dá pra dizer que o Rei jogou no Flu, né?

  4. Excelente travalho, como sempre.
    Apenas registro o comentário de que antigamente os clubes de estados e países diferentes mediam forças nos amistosos, taças e torneios, com percepção de valor diferente daquela que temos nestes tipos de confrontos atualmente, quando existem campeonatos oficiais que servem melhor de parâmetro do que eles.

  5. Já vi lançarem almanaques de diversos clubes, contendo as fichas técnicas de todos os jogos. Há alguma previsão de sair algo assim do Fluminense?

Comentário