O lado “bom” da derrota (por Luis Brito Corrêa)

O Fluminense apenas perdeu um jogo, o campeonato é longo e, como diz um velho ditado de guerreiros, “Perdemos uma batalha e não a guerra”. Então, por favor, não vão criar desesperos, vaias e muito menos protestos. Perder dentro de um campeonato é absolutamente normal; em se tratando do terceiro melhor campeonato de futebol mundial segundo o ranking da IFFHS (Federação Internacional de História e Estatística do Futebol) fica mais normal ainda. O Grêmio, dentro do seu estádio, é um time muito forte e vinha embalado por três vitórias seguidas – isso tudo já é razão para não se criar pânicos.

O Fluminense tem um plano defensivo muito bem armado (mas os seus defensores o fazem ficar tenebroso); além disso, a proteção à zaga é muito eficiente com Jean (Fábio) e Edinho no combate aos desarmes. Ontem o Abel armou a equipe com três zagueiros, o que achei muito bom pois a minha preocupação maior no jogo de ontem era nas subidas do jovem Wallace – apesar de promissor e ter muito futebol, o garoto é ainda inexperiente no setor defensivo. Sabendo disso, o treinador tricolor optou por uma formação que deixasse o lateral direito com liberdade para atacar e concluir as jogadas de cruzamentos em direção ao Fred, que chegou a assustar a equipe gremista ainda no primeiro tempo, com bonita jogada entre os dois. Parecia surtir efeito a tática do Abel, mas infelizmente o Fluminense não jogou bola do meio para frente – Thiago Neves se escondia atrás dos zagueiros e não aparecia para o jogo.

Vou parar por aqui, daqui a pouco vão me chamar de “cri-cri” com o Thiago Neves, mas como já falei, se eu o critico é porque o jogador tem capacidade para render muito, mas muito mais. Não é só ele que vem deixando a torcida tricolor preocupada, pode parecer muito crítico, mas em certos momentos dos jogos o jovem e habilidoso jogador W. Nem some nas partidas e só aparece em arrancada para contra-ataques da equipe. Venho notando que o jogador desaparece e não aparece no meio para buscar e arriscar mais jogadas, o que lhe rendeu o título de revelação do último Brasileirão pela equipe do Figueirense – não estou falando que o jogador seja ruim ou que venha jogando abaixo da média, mas pode render o dobro.

O Fluminense, como já disse, perdeu apenas um jogo – e talvez seja melhor perder esses jogos fora de casa a que perder os jogos dentro de seus domínios, principalmente domingo (29), onde não poderá haver tropeço por parte da equipe tricolor. O jogo válido pela 13ª rodada será de seis pontos; qualquer que seja o resultado entre Atlético-MG x Santos na noite de hoje, o Fluminense jogará para tirar três pontos na escalada do clube mineiro – vencendo, também recupera o prestígio dentro da competição. Perder para o Grêmio fará com que o Fluminense corrija erros e falhas que o elenco vem cometendo dentro de algumas partidas, como jogadas aéreas em sua área defensiva, controlar a bola no chão e a chegada de bola redonda para Fred. Perdemos o chamado “salto alto”, o que é bom, entraremos mais atentos e mais ligado nas partidas.

Torcedor tricolor, vamos ter paciência, acreditar no elenco que é de excelência e qualificado para vencer o campeonato. Nenhum time no Brasil além do Inter – que jogou apenas 23 partidas no ano de 1979 – venceu o campeonato brasileiro invicto. Foram 16 vitórias e apenas sete empates. Continuem acreditando, continuem apoiando a conquista do Tetra.

Luis Brito Corrêa

@datluis

Facebook: Luis Brito

Imagem: Alexandre Auler/ Photocamera

3 Comments

  1. Uma crítica bastante acurada e honesta. Mas ficou faltando q o Flu tem time, ao menos no papel, para se impor a qualquer time no país, dentro ou fora de casa, portanto não necessitando jogar retrancado como vem jogando, fazendo 1 golzinho e recuando como time pequeno, o q ele não é, independente de elenco ou patrocinador.
    Qto a derrota ela faz parte do jogo, jogando-se bem, ganha-se ou perde, mas com certeza aumentam-se as chances de vitória.
    Torcer sempre, pois o Flu é nossa paixão maior, mao importando onde ou qdo.

  2. ABEL RETRANQUEIRO E LOUCO!!!NÃO HA MOTIVO PARA PÂNICO,MAS COM UM ELENCO DESSES NA MÃO E SO BOTAR PRA JOGAR….CAUTELOSO E AGRESSIVO COMO EM 2010…NÃO PRECISA COVARDIA!!!…

Comments are closed.