O capitão tem razão (por Crys Bruno)

Oi, pessoal.
Incomoda e muito estarmos quatro partidas sem vencer, claro. São dois empates e duas derrotas.
Hoje entraremos na ressacada de ressaca pelo gosto amargo do gol sofrido aos 49 minutos, que nos tirou a vitoria num Fla x Flu que dominamos.
Este é o ponto. O rendimento. No futebol, vencer jogando mal não é “sorte de campeão”, a não ser num torneio, de seis, sete jogos, mas não num Brasileirão. Vencer jogando mal tem prazo de validade.
Ao contrário, não vencer, mas jogando de igual para igual contra o Barcelona paulista (Palmeiras), o Real Madrid carioca (Flamengo) e o Bayern de Porto Alegre (Grêmio), com um time de garotos e no início da competição, sem seu principal jogador, Sornoza e o seu principal atacante, Welington, por ter o drible frontal, sempre repito, não é para desesperar, e sim, lamentar os pontos perdidos em jogos que não fomos medíocres nem medonhos: jogamos futebol.
Lembro do ano passado. As mesmas dificuldades financeiras, cheio de jogador cascudo e ficamos em décimo segundo, com Scarpa e W11 carregando o time nas costas.
Esse ano, não. Lucas e, principalmente, os equatorianos, meus príncipes, além de outros bons “reforços” como Marquinho Calazans, Wendel, Mascarenhas, Reginaldo (que ajudou muito na bola aérea defensiva), Matheus Norton e Pedro são nomes que reforçam. Jovens, oscilam. Principalmente quando dos quatro melhores do time, só Scarpa atuou, com Orejuela voltando só no Fla x Flu.
Entendo que precisamos trazer um goleiro – Sidão (ex Botafogo) e Jailson (Palmeiras) fizeram ótimo Brasileiro ano passado.
Entendo que precisaremos repor se Léo, Wendel e Richarlison forem vendidos na janela europeia. Que a reposição seja bem escolhida. Não adianta ter Diego, Everton Ribeiro e Conca, três jogadores que atuam num mesmo espaço e querer encaixar um time.
Não adianta. Por isso, repito: jogamos de igual para igual contra os quatro candidatos ao título segundo os especialistas “imparciais”. Com o time titular, vencemos o Atlético-MG. Perdemos, jogando bem, para o Palmeiras. Perdemos, após o segundo gol numa falha do Júlio, quando podíamos ao menos empatar contra o Grêmio. Empatamos com o Flamengo, sabemos como…
Por isso, concordo com o capitão Henrique quando ele diz que logo a vitória voltará. Porque futebol é conteúdo. O resultado é consequência. Nossa oscilação, ao contrário do ano passado, não é queda nem ruindade.
A vitória logo voltará. O Campeonato ainda está embolado na briga pela vaga na Libertadores. E estaremos nela se continuarmos apostando na minha molecada.
A vitória voltará. Que seja logo hoje, diante do Avaí, porque precisamos e estamos merecendo.
Toques rápidos:
– Flamengo é eliminado da Libertadores. Lédio Carmona diz na SporTv: “- Ah, sim, Diego fez muita falta.”
– Diego empata o Fla x Flu e a SporTV dispara: “Como o Flamengo, com Diego, é outro”. Edinho dispara: “E ainda teve a volta do Guerrero e Trauco que serviam a Seleção (do Peru!) e são muito importantes.”
– Fluminense perde dois dos seus melhores jogadores e destaques até então, Wellington Silva e Sornoza, fica sem Gustavo Scarpa por três meses, e durante jogos e jogos, não ouvi nenhuma menção a isso. Nojento.
– Pior que isto, só alguns tricolores, nas redes sociais, histéricos, impacientes, injustos, até. Logo minha torcida que tanto venero, admiro, acho diferenciada. Deus Meu, que dias!
Panorama Tricolor
@PanoramaTri @CrysBrunoFlu
Imagem: crys

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres