Não merece (por Ise Cavalieri)

Como diria a música, “Um sonho a mais não faz mal”, mas será que algum torcedor ainda acredita na vaga da Libertadores?

Por mais dura que seja, a verdade é que não merecemos essa vaga.

Nos jogos contra times tecnicamente mais fáceis, o Fluminense parece fazer questão de dificultar as coisas e entregar pontos cruciais.

Competir com esse time que oscila o tempo inteiro, além da falta de comprometimento, é pedir para passar vergonha.

É triste demais ver que o ano passou e nada foi aprendido. A postura do time continuou a mesma, apenas o modo de jogar foi que mudou um pouco por conta do comando de Cristovão (que, por acaso, vacilou várias vezes, com substituições bizarras), mas a panela continua e os jogadores não estão nem aí.

E ainda mais triste é ver times como o Cruzeiro, por exemplo, estar sempre no topo e em finais importantes – embora dessa vez, na Copa do Brasil, tenha jogado feito o Fluminense, totalmente sem vontade…-, garantidos na Libertadores e campeões mais uma vez do Brasileirão, enquanto o Fluminense começa o campeonato com todo o gás e na oportunidade de alcançar o topo, dá mole, desce a ladeira e termina o ano mais uma vez no zero.

O problema do clube é sempre agir como uma colônia de férias. Na época em que tentavam subir na carreira, certamente esses jogadores deveriam treinar em um sol de 40 graus e em terreno quase baldio. Entram no Flu, jogam como e quando querem, continuam recebendo o salário, recebem folga e passam a semana fazendo meio treino. Desse jeito nem o mais competente técnico dá jeito…

Fomos campeões em 2012, mas quase caímos em 2013 e, se não disputamos a série B esse ano, não foi por nós e sim por erro de terceiros. Infelizmente, por vezes dependemos de algum time, seja nesse caso ou na espera por vagas em competições. Até quando isso?

E até quando veremos declarações de desculpas esfarrapadas de jogadores, comissão técnica e até mesmo a diretoria? Que tanta dificuldade foi essa?

O susto do ano passado parece mesmo não ter surtido efeito…

Muito falaram, mas pouco fizeram nesses 12 meses.

O ano de 2014 já deu, que comecem a barca (onde metade do time está na corda bamba) e reformulem tudo para 2015. Laterais, volantes, ataque… SERIEDADE VONTADE e RESPEITO.

Não repitamos pela milésima vez os mesmos erros.

E mesmo que essa improvável vaga à Libertadores venha, disputá-la com essa panela de lentidão, desinteresse, falta de profissionalismo e vaidade é suicídio.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @isefinato

Imagem: google

O ENGENHEIRO E A ESFINGE 19 11 2014

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres