Minhas apostas (por João Leonardo Medeiros)

14159393261_f2d78aa728Escrevo ainda inebriado pelo Fla x Flu. Eu, como todos os torcedores do Prêmio Nobel do Esporte – para empregar a feliz expressão de Marcelo Savioli –, passei meu pouco tempo de lazer da segunda-feira atrás de notícias, opiniões, memórias da grande vitória do domingo das mães. Foi a segunda da caça aos superlativos, às crônicas emocionadas, às imagens originais.

O momento agora, cerca de 48 horas depois do último grande feito, é de reflexão, entretanto. Pela minha cabeça e pelas de muitos outros tricolores passam as mesmas questões. Em poucas palavras, a dúvida é: até onde vamos chegar? Que sentimento teremos quando 2014 chegar ao fim? Que futuro o presente tricolor gesta em seu ventre?

Não sou futurólogo, mãe Dinah morreu, não acredito nas cartas nem nos búzios. Mas não gosto de omitir opinião e acho mesmo sem graça, com todo respeito, as pessoas que são muito cautelosas ao falar do que quer que seja, pelo simples medo de errar. Sem temor ou cerimônia, arrisco-me agora a delinear um cenário que julgo provável para o futuro do tricolor.

Em primeiro lugar, falo sobre o elenco. O Fluminense vai contratar um zagueiro de porte médio, que comporá com Gum uma zaga muito boa, surpreendente até. Não sei quem é esse zagueiro, mas percebi que a diretoria do Fluminense quer trazer um bom nome e não acho realmente difícil encontrar alguém bem melhor que Elivélton.  Para o meio não vem ninguém e não creio que contratemos laterais ou atacantes para ocupar a condição de titular.

No ataque, acho inclusive que o mais provável é que busquemos uma solução caseira. Os dois Roberts, o que chamamos de Robert mesmo e o Kennedy, são os nomes que tenho na cabeça para ser a fecha lançada pelo arco de Dom Conca D’Orange, o Único. Kennedy começou mal no Flu, mas subiu muito novo, com 18 anos ainda, e pegou o time numa desarrumação que impedia jogadores muito mais cascudos de render. Pelo caminho das revelações, devemos ter ainda Higor voltando com tudo e, quem sabe, a estreia do futuroso Gustavo Scarpa. Desses quatro, pelo menos dois vão ser grandes jogadores. Querem apostar?

Aposto também que venderemos Fred por uma grana preta, ganhando ou não o Brasil a Copa do Mundo. Acho que, na verdade, Fred já está vendido. São indícios as recorrentes entrevistas nas quais ele justifica antecipadamente a saída (para o Fluminense fazer caixa), a manutenção de Michael no elenco e a resignação de Walter após as primeiras queixas relativas à condição de reserva. Saindo após a Copa, Fred possivelmente deixará o Flu na parte de cima da tabela do Brasileiro (senão na ponta). Restará, assim, uma imagem positiva como memória final de sua passagem irregular, mas sempre brilhante (para o bem e para o mal), pelo clube.

Também digo agora que a tendência é que ganhemos um título. Cristóvão vai ter tempo de conhecer melhor o elenco na pausa da Copa e vai começar a lançar os meninos com critério. Eles, junto aos novos nomes, oxigenarão o time e o elenco e nos darão o título da Copa do Brasil e/ou do Brasileiro. Sim, senhor, estou muito otimista e banco a aposta. Vai ter taça de campeonato nacional nas Laranjeiras este ano e, com isso, voltamos à Libertadores com tudo para conquistá-la em 2015.

No que se refere à imagem do clube, o temor da perseguição no Brasileiro vai se dissipar, embora o clube passe a ser invejado e atacado por outra razão: por ocupar a liderança. O belo futebol do time vai fazer os adesistas da mídia esportiva a reverenciar nosso tricolor, embora pontualmente deixem escorrer o veneno. Vejo já o Juca Quefuro elogiando o carrossel tricolor, o RMP dizendo que o Flu tem um elenco invejável, o Antero Greco rendendo-se ao óbvio. Estes caras não têm vergonha de aderir quando a maré aponta para qualquer lado, desde que renda ibope. Quem duvida?

Por fim, o Fluminense fechará um acordo com a Procuradoria, terminará de equacionar as dívidas e apresentará, ainda em 2014, um novo patrocínio para substituir a Unimed em dezembro. O novo patrocinador marcará sua chegada às Laranjeiras trazendo de volta Thiago Silva, Cícero e Wellington Nem para a disputa da Libertadores de 2015. Bom, essa eu não aposto, mas que eu queria ver acontecer, queria e muito. Alguém acha possível?

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C.

6 Comments

    1. Grande Paulo,

      soube de fonte de fé que o filhote do Conquita está contratado para o sub-2 do Flu.

      ST,
      João

  1. De técnico e louco,todo brasileiro tem um pouco e você João,não fugiu a regra.
    Parabéns,sonhar é preciso.
    Valeu. ST

    1. É isso aí, Elias,

      pelo menos agora podemos sonhar. Há quatro meses atrás, sequer esse direito nos era concedido.

      ST,
      João

  2. Caro Renard,

    a questão é não morrer de novo! Enquanto estamos vivos, vamos ganhando um ou outro título brasileiro.

    ST,
    João

Comments are closed.