“Mano”, o patético (por Paulo-Roberto Andel)

ANDEL RED NEW

Mauricio Borges é jornalista. Ou talvez. Ou certamente. Trabalha no canal Fox Sports, que é uma espécie de série C dos canais de esporte da TV a cabo. É jornalista, mas não age como tal. Tem o apelido de “Mano”, que lhe cai muito bem, conforme os parágrafos a seguir.

Soube de sua existência ontem, em algum momento do dia, pela internet. Proletário que sou, não tenho tempo para acompanhar esse verdadeiro inferno que é o rol de mesas nas emissoras esportivas, com gente berrando, mugindo, relinchando e, claro, não há nenhum resquício sequer do que foi o tempo de Nelson Rodrigues, João Saldanha ou Achilles Chirol.

Maurício, num exercício lamentável que só os leigos sobre futebol compram, repetiu a história da manga com leite que mata: “O Fluminense tem que pagar a série B”. Tipica performance de quem busca algum destaque midiático por meio da polêmica oca.

Até quando teremos que aturar profissionais despreparados – e completamente ignorantes em história do futebol – repetindo essa mentira na esperança de que um dia se torne realidade por meio da vontade pessoal? Ou que tenham preparo mas ajam de má fé impunemente?

Até quando a liberdade do jornalismo continuará a ser a liberdade da calúnia, da distorção e da manipulação histórica?

Até quando o grito dos idiotas há de ecoar malversando a imagem do Fluminense sem que nada seja feito?

É, não chega a causar estranheza num país politicamente estuprado, lotado de intelectuais analfabetos e sabichões de internet, afora alguns outros desqualificados mentais que, infelizmente, também estão na torcida do time que amo, xingando tricolores diariamente. O futebol é apenas mais um segmento onde a patifaria e a argumentação ignara prevalecem.

Maurício agiu como um profissional descompromissado com a pesquisa, a apuração e a verdade. É apenas mais um.

No entanto, de certa forma as gestões do Fluminense contribuíram decisivamente para esse show de agressões que se repete há vinte anos, e que se acentuou gravemente a partir de 2013.

Ao não se posicionarem com veemência diante da campanha caluniosa contra o Flu, permitiram que o jogo midiático levasse o Tricolor à execração pública.

Porém, o caso de Maurício sugere ser apenas o de um ignorante, um desinformado, um torcedor no papel de jornalista, bem conveniente ao stablishment de comunicação do futebol. E este caso é apenas mais um, dentre inúmeros. Um idiota da cobertura de futebol.

Até hoje, depois de todas as ofensas, mentiras e covardias praticadas pela imprensa esportiva contra o Fluminense foram tratadas pelo clube com o desprezo sofisticado que queria ser superioridade, mas que acaba sendo altamente lesivo à imagem do Flu – e de sua torcida – na condição de negligência.

Na modestíssima parte que me cabia, como escritor, torcedor e titular deste blog, fiz o que pude desde aquela época. No entanto, não deixa de ser extremamente irônico que, por situações paralelas e historicamente próximas ao caso Flamenguesa, eu tenha sido o único homem processado do país por ter escrito algo em favor do Fluminense – e praticamente de graça. E que este processo tenha contado no mínimo com a leniência de seu atual mandatário, bem como de um dos presentes candidatos de “oposição”, à época (2015) um homem forte do clube.

Ah, sim, o NetFlu tinha sido proibido de trabalhar na cobertura do clube. Pelo menos esta sandice foi corrigida. Vida que segue.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: rap

12 Comments

  1. Andel, raras vezes vi propagamas da Fox Sports, até porque não podemos dar audiência a veículos em que trabalhe o Renato Maurício Padro. Você definiu bem esse tal de “Mano”, que mais parece um Neto bombado: “um idiota da cobertura do futebol”. Esse achincalho só vem perdurando, em razão da postura omissa que tivemos na defesa de nossa instituição, no caso Fla-Lusa. Se desde àquela época tivéssemos processado civil e criminalmente estes patifes, muita coisa teria sido evitada. Parabéns pelo…

  2. Prezado Andel, O “Peninha” falou o mesmo e foi processado. Você sabe como está andando o o processo do Peninha? Talvez seria o caso de processar esse indivíduo da Fox que copiou a fala do Peninha.

    1. Andel: João, não sei dizer. Só sei que, até hoje, o único jornalista punido pelo Fluminense foi do… NetFlu. RMP, Antero Greco, Flávio Vanessa Prado, André Loffredo, Fábio Sormani, Mauro Cezar Pereira e outros menos votados jogaram sacos de lixo em cima do Fluminense e ficou por isso mesmo. Abraçaço. ST.

  3. O menino do caramanchão e o idiota com carteira de jornalista, bela dupla na Fox.

    Peter “Pan” Siensem, ameaça processar (quando ameaça) e depois aceita desculpas e retira o processo.

    Enfim um frouxo.

    ST

  4. Primeiro que o Mauricio Borges não é jornalista, nunca foi e será… Ele é comentarista, comenta futebol há 19 anos. Segundo, você detonando o canal que no programa dele é lider de audiência?

Comments are closed.