Nosso estádio, Sornoza e mais (por Crys Bruno)

INFORMÁTICA PARA PEQUENOS E MÉDIOS AMBIENTES

Oi, pessoal.

Nos últimos dias, eu tive a chance de conversar com um dos idealizadores da Campanha Estádio Próprio do Fluminense, o tricolor João Victor de Oliveira.

Como a maioria de nós, claro, que preferiríamos viabilizar as Laranjeiras, João explicou porque é mais viável e alcançável construirmos um novo:

– Não deixaremos em nenhum momento de lutar pela Laranjeiras, só que diferentes coisas são ditas sobre não podermos jogar lá, que é um local que fica em frente ao Palácio da Guanabara (Governo do Estado) e não sabemos ao certo por que não podemos utilizar nosso Estádio. Por tudo isto, nesse momento, é mais viável construir um novo.

Para o projeto, consolidado em maio desse ano, João nos explica que o primeiro passo é a diretoria do clube aceite recebê-los e ouvi-los:

– Outros terrenos que, por razões de especulação mobiliária, precisamos manter em sigilo, foram vistos. Precisamos, então, que o clube nos apoie, dê o aval. Só então poderemos divulgar os custos e contar com a ajuda financeira dos tricolores, completou ele.

Galera, eu já estou dentro e peço seu apoio para que a campanha ganhe força nas redes sociais ao ponto da direção do clube, ao menos, recebê-los.

Assim, peço um moral à campanha, seguindo-os na página do Facebook e Twiiter, através dos links abaixo, como eu já sigo. Vamos lá!

Facebook

Clique aqui … …

Página

Clique aqui

Twitter: @CampanhaEPF

E COMO VOCÊ ESCALARIA O FLU SEM SORNOZA E WELLINGTON SILVA?

A linda vitória sobre o Atlético-MG no Horto nos deixou uma baixa muito ruim para o encaixe do time: meu príncipe de Manabí, Sornoza, sofreu grave lesão e voltará só daqui a três meses.

Ruim para o encaixe porque nosso camisa 20, mesmo atuando diferente no Flu, mais recuado, como terceiro volante, pelo drible frontal e passe longo, era o armador por dentro, característica difícil de encontrar e que não temos em nosso elenco.

Os dois meias do grupo são Danielzinho, que mal jogou, e Robert, que retornou ao clube e tem a característica desejada. Mas é um menino que precisa entrar aos poucos porque a torcida perdeu a confiança nele, embora tenha bola.

Então, para as partidas contra Vasco e Grêmio não há muito o que inventar: é manter o ataque titular e escalar Scarpa, que é meia, para fazer a função do Sornoza. O meio-campo, como sabem que enfatizo sempre, é o setor mais importante de um time, e temos que manter a qualidade que temos ali e há anos não via no Fluminense. Temos o melhor do Brasil.

Uma pena porque queria ver o Quinteto Mágico: Orejuela, Wendel, Sornoza, Scarpa e Wellington Silva juntos, dominando o “Real Madrid” paulista, o “Barcelona” carioca,o Bayern de Munique “mineiro” e a “Juventus” gaúcha, mas não rolou.

Falando sobre o camisa 11, nosso melhor e mais perigoso atacante, fundamental para o finalizador do time, ele ainda é dúvida para jogar o clássico, sábado, às 16h, contra o Vasco em São Januário. Acho que não jogará para ficar 100%, se possível, contra o Grêmio, quando precisaremos de 2 a 0, no mínimo.

Nesse caso, embora eu não goste de três volantes, mas como não temos reservas para o ataque minimamente do nível, Douglas, que é um volante de força, mas bom passe, atuaria no meio e Scarpa aberto.

Eu posso até não gostar dos três volantes, mas quando só quando são brucutus porque não têm passe vertical, só lateral, e assim travam o time. No caso de um meio com Orejuela, Wendel e Douglas, não seria o caso: são marcadores que sabem passar em vertical, embora para passe longo, passamos a ter somente o Orejuela.

Mas vamos lá, minha molecada!

Vamos lá, galera!

TOQUES RÁPIDOS

– São Januário é perigoso e o Eurico fez de propósito para nos provocar. No jogo da volta, no Maraca, não nos baixemos em seu nível de dirigente de várzea e, como fizemos no Fla x Flu, demos o acesso aos vascaínos.

– Maraca, quarta-feira que vem, é sagrado por ser o tipo de jogo que o Fluminense adora nos proporcionar: classificações épicas! (risos). Eu vou!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @CrysBrunoFlu

Imagem: bic

O maior acervo de conteúdo próprio sobre o Fluminense na internet

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres