It’s evolution, Nense! (por Mitya Ghidini)

E eis que, cansados de sofrer, voltamos a sorrir.

O Fluminense tem dessas coisas, é uma montanha russa. Incrível como algumas características já são do clube, independentemente de época, elenco, grana, política, é uma coisa de essência mesmo – e se tem um negócio que o Tricolor faz bem, é nos surpreender, negativa e, ainda bem, positivamente.

Vínhamos de uma partida lamentável em Curitiba, enfrentando uma maratona de viagens, com elenco supostamente insatisfeito, o que esperar? Tá, beleza que o jogo seguinte era outra competição, ‘com melhores chances’, talvez tivéssemos jogadores mais motivados, mas era dureza sim, literalmente, na altitude. Não venha tirar o mérito dizendo que a equipe do outro lado era fraca! Viemos de duas situações adversas, onde não temos sequência de jogos.

Mas ainda tinha a Chapecoense pela frente na Arena Condá, e não se tratava apenas do primeiro tabu, pela primeira e única vez quebrado em casa, mas do segundo desafio que era vencer os caras lá, coisa que acontecera apenas uma vez apenas no Brasileiro deste ano, através do todo poderoso Palmeiras. Apesar de se encontrarem em situação mais delicada, não vendiam a derrota barato.

Marcelo manteve o 3-5-2, Júlio César e Ibanez bem, Ayrton Beijinho volta a jogar sério, Sornoza recupera seu bom futebol, Everaldo se firma e Luciano surpreende.

Se perdemos Pedro por até oito meses, só nos resta assumir o que temos,e torcer pelos que lá estão. É isso que fazemos, torcemos pelos que ainda estarão. Temos peças importantes para repor como Dodi, Gilberto, Calazans… E francamente, também temos motivos de sobra para torcer, sonhar, acreditar. Nosso time é comprometido, o clima está leve leve apesar dos pesares, recepção no aeroporto, sequência em casa para almejar uma vaga na Liberta, outra taça para conquistar com direito a Maraca cheio para apoiar. Veja bem, somos participantes de mais competições agora do que outros times por aí; aliás, falando nisso…

Acompanhando outros clubes, campeonatos, porque também fazemos isso, vi uma entrevista onde o jogador dizia que por mais que o outro tenha um grande elenco, que promete muito, que tira onda, que todos querem, só uma coisa é maior, tem mais força, a VONTADE. Se você tem isso fixado, a chance de as coisas acontecerem são gigantes! Continuemos buscando essa evolução, todos juntos, torcedor e time, que aproveitemos essa fase, tanto quanto desejamos que eles façam, e que a gente se surpreenda de forma positiva, muito mais

Tô pronta!

ST,

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

1 Comments

Comentário