Vencer: a grande homenagem para Abel (por Paulo Rocha)

Antes do empate com o Sport, em Recife, Abel Braga foi “acariciado” pela torcida pernambucana em razão da trágica perda do filho João Pedro. Neste sábado, quando enfrentaremos o Atlético-GO, no Maracanã, os tricolores também irão homenagear o treinador. Contudo, a melhor forma de fazer um agrado a ele terá que vir de seus fiéis comandados: obter uma vitória sobre o lanterna do Campeonato Brasileiro para que nos afastemos, cada vez mais, da temida zona da degola.

Não será fácil, longe disso. Que ninguém se iluda. Como o jogo terá o atrativo especial da homenagem a Abel, haverá grande público. E, no meio deste público, estarão os pés-frios, aqueles mesmos que não incentivam, só sabem reclamar e que, por um motivo ou outro, parecem curtir o fracasso quando ele acontece apenas para repetir aquela célebre frase: “Não venho mais nessa porra!” Que fiquem em casa então, cacete!

Repito que a grande forma de homenagear Abel será vencer. E será preciso ter inteligência, os caras virão fechadinhos, teremos que propor o jogo e não é isso que temos feito ultimamente. Temos deixado a posse de bola com o adversário para agredí-lo nos contragolpes. Nesta partida, não será assim. Precisaremos tomar o protagonismo das ações. Mas sem sermos afoitos e contando com a compreensão da galera caso o gol demore a sair.

Em 2012, quando Abel também era nosso técnico, e nosso time, infinitamente superior ao atual – tanto que conquistou os campeonatos Carioca e Brasileiro -, enfrentamos o Atlético-GO (que também era lanterna naquela ocasião), em Volta Redonda, e adivinhem o que aconteceu? Perdemos.

A conclusão que chego é: o jogo será duríssimo, dificílimo. Os três pontos, vitais. Por isso peço à torcida que for ao Maraca que acarinhe o time também. Abel ficaria muito feliz com isso. Até porque o grande presente que ele espera receber é uma vitória do Fluminense.

xxxxxxxxxx

E mais uma vez a LDU cruzará o nosso caminho. Está mais do que na hora de devolvermos o mal que nos causaram. Espero que tenhamos nossos melhores jogadores à disposição para esses duelos da Sul-Americana – que já se anunciam épicos. Sornoza está quase pronto para reaparecer e Gustavo Scarpa, finalmente, parece ter voltado à forma. Que a história seja diferente e que sigamos rumo àquela conquista com a qual tanto sonhamos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: paro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres