Grêmio 1 x 0 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

O Fluminense começou estudando o adversário. O Grêmio dava espaços com o objetivo de roubar a bola e partir em contra-ataques. As bolas aéreas complicavam a vida do Fluminense. Aos 8’, a zaga perdeu a disputa pelo alto e Jael quase marcou. Aos 13’, Diego Cavalieri foi obrigado a fazer dois milagres: Everton recebeu, chutou, o goleiro defendeu, a bola voltou, Everton cabeceou, Cavalieri voou e espalmou a corner. Aos 17’, pegou mais uma: Ramiro completou um cruzamento, mas Cavalieri voltou rapidamente e defendeu no canto direito.

O gol gremista estava por detalhes. E esse detalhe tinha nome: Diego Cavalieri. O goleirão voltou inspirado. Mas o Fluminense estava acuado e, quando tinha a bola, não conseguia evoluir. O Grêmio até fez um gol, mas foi anulado porque Patrick estava milímetros adiantado. A zaga não ganhava nenhuma pelo alto e obrigava Cavalieri a fazer seguidos milagres: aos 43’, Patrick subiu sozinho e cabeceou, mas o goleiro tricolor voou e espalmou. Mais uma defesaça.

O segundo tempo teve uma diferença: o Fluminense chutou a gol. Aos 7’, Henrique Dourado ganhou de Geromel e bateu cruzado. Marcelo Grohe deu uma de Cavalieri e fez um milagre. Logo em seguida, Gustavo Scarpa cruzou e Reginaldo cabeceou rente à trave. Aos 12’, Cavalieri fez excelente defesa no canto de uma falta cobrada com violência. Uma ou outra saída para o ataque, mas o Grêmio continuava dominando. A partir da metade do segundo tempo, o jogo caiu muito. A bola rolava no meio-campo e os passes errados eram uma farra. O Grêmio resolveu apertar nos minutos finais e, claro, a defesa tricolor entregou: um cruzamento, a bola bate em Orejuela e sobra para Beto da Silva na cara de Cavalieri. Essa não deu: 1 a 0 Grêmio.

DIEGO CAVALIERI

Fez, pelo menos, quatro defesas sensacionais. Salvou o Fluminense de uma derrota mais precoce. Não conseguiu evitar o toque de Beto da Silva. Não vai conseguir evitar o rebaixamento sozinho.

LUCAS

Sem volume de jogo do time, ficou atrás para tentar conter Everton e Cortez. Claro, levou larga desvantagem. Seu lado é uma festa.

FRAZAN

Estava sempre no lugar errado. Quando descobria onde a bola estava, perdia no combate. Horroroso.

REGINALDO

Mal no primeiro tempo, cresceu no segundo e fez vários cortes. Não é nenhum monstro, mas é titular fácil nesse time.

LÉO

Marcou mal, não cobriu e não chegou na frente. Horroroso.

OREJUELA

Mais uma vez, mais uma vez olhou o jogo e mais uma vez pouco combateu. Mais uma vez horroroso.

DOUGLAS

Mais aguerrido que o companheiro, mas havia muitos espaços na intermediária. Cansou no final.

PEU

Mal pegou na bola.

WENDEL

O joguinho insosso das últimas vezes. Saiu sem produzir nada.

MARCOS JUNIOR

Correu pra lá, pra cá. O inútil de sempre.

SORNOZA

Não marcou, não organizou, não finalizou e saiu com câimbras. Longe da melhor forma.

RICHARD

Não acrescentou nada.

GUSTAVO SCARPA

Começou bem, com chutes de fora da área e tentando dar velocidade à bola. Depois, sumiu. A sua bola parada era a única esperança devido a mediocridade geral, mas esteve fora de sintonia.

HENRIQUE DOURADO

Isolado, brigou com Geromel e Bruno Rodrigo. Fez grande jogada no início do segundo tempo, mas Grohe salvou. Sem os cruzamentos de Scarpa, não consegue concluir.

ABEL

Percebeu que o time não estava funcionando e resolveu fazer alterações importantes: Diego Cavalieri voltou no lugar do fraco Júlio César; Reginaldo recuperou a posição depois de longo tempo fora por contusão; Sornoza começou como titular depois de entrar durante as partidas passadas. No primeiro tempo, o time não funcionou e a grande atuação de Cavalieri provou isso. O Fluminense até voltou melhor, mas depois entrou na mesmice. No final, a defesa aprontou e o Grêmio fez o gol. O técnico não está conseguindo fazer o time render. Parece que ninguém está nem aí.

GRÊMIO

Mesmo com tantos desfalques, foi amplamente superior. Não fosse Cavalieri, o placar teria sido mais folgado.

ARBITRAGEM

Precisa.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres