Grêmio 1 x 0 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

O Fluminense começou estudando o adversário. O Grêmio dava espaços com o objetivo de roubar a bola e partir em contra-ataques. As bolas aéreas complicavam a vida do Fluminense. Aos 8’, a zaga perdeu a disputa pelo alto e Jael quase marcou. Aos 13’, Diego Cavalieri foi obrigado a fazer dois milagres: Everton recebeu, chutou, o goleiro defendeu, a bola voltou, Everton cabeceou, Cavalieri voou e espalmou a corner. Aos 17’, pegou mais uma: Ramiro completou um cruzamento, mas Cavalieri voltou rapidamente e defendeu no canto direito.

O gol gremista estava por detalhes. E esse detalhe tinha nome: Diego Cavalieri. O goleirão voltou inspirado. Mas o Fluminense estava acuado e, quando tinha a bola, não conseguia evoluir. O Grêmio até fez um gol, mas foi anulado porque Patrick estava milímetros adiantado. A zaga não ganhava nenhuma pelo alto e obrigava Cavalieri a fazer seguidos milagres: aos 43’, Patrick subiu sozinho e cabeceou, mas o goleiro tricolor voou e espalmou. Mais uma defesaça.

O segundo tempo teve uma diferença: o Fluminense chutou a gol. Aos 7’, Henrique Dourado ganhou de Geromel e bateu cruzado. Marcelo Grohe deu uma de Cavalieri e fez um milagre. Logo em seguida, Gustavo Scarpa cruzou e Reginaldo cabeceou rente à trave. Aos 12’, Cavalieri fez excelente defesa no canto de uma falta cobrada com violência. Uma ou outra saída para o ataque, mas o Grêmio continuava dominando. A partir da metade do segundo tempo, o jogo caiu muito. A bola rolava no meio-campo e os passes errados eram uma farra. O Grêmio resolveu apertar nos minutos finais e, claro, a defesa tricolor entregou: um cruzamento, a bola bate em Orejuela e sobra para Beto da Silva na cara de Cavalieri. Essa não deu: 1 a 0 Grêmio.

DIEGO CAVALIERI

Fez, pelo menos, quatro defesas sensacionais. Salvou o Fluminense de uma derrota mais precoce. Não conseguiu evitar o toque de Beto da Silva. Não vai conseguir evitar o rebaixamento sozinho.

LUCAS

Sem volume de jogo do time, ficou atrás para tentar conter Everton e Cortez. Claro, levou larga desvantagem. Seu lado é uma festa.

FRAZAN

Estava sempre no lugar errado. Quando descobria onde a bola estava, perdia no combate. Horroroso.

REGINALDO

Mal no primeiro tempo, cresceu no segundo e fez vários cortes. Não é nenhum monstro, mas é titular fácil nesse time.

LÉO

Marcou mal, não cobriu e não chegou na frente. Horroroso.

OREJUELA

Mais uma vez, mais uma vez olhou o jogo e mais uma vez pouco combateu. Mais uma vez horroroso.

DOUGLAS

Mais aguerrido que o companheiro, mas havia muitos espaços na intermediária. Cansou no final.

PEU

Mal pegou na bola.

WENDEL

O joguinho insosso das últimas vezes. Saiu sem produzir nada.

MARCOS JUNIOR

Correu pra lá, pra cá. O inútil de sempre.

SORNOZA

Não marcou, não organizou, não finalizou e saiu com câimbras. Longe da melhor forma.

RICHARD

Não acrescentou nada.

GUSTAVO SCARPA

Começou bem, com chutes de fora da área e tentando dar velocidade à bola. Depois, sumiu. A sua bola parada era a única esperança devido a mediocridade geral, mas esteve fora de sintonia.

HENRIQUE DOURADO

Isolado, brigou com Geromel e Bruno Rodrigo. Fez grande jogada no início do segundo tempo, mas Grohe salvou. Sem os cruzamentos de Scarpa, não consegue concluir.

ABEL

Percebeu que o time não estava funcionando e resolveu fazer alterações importantes: Diego Cavalieri voltou no lugar do fraco Júlio César; Reginaldo recuperou a posição depois de longo tempo fora por contusão; Sornoza começou como titular depois de entrar durante as partidas passadas. No primeiro tempo, o time não funcionou e a grande atuação de Cavalieri provou isso. O Fluminense até voltou melhor, mas depois entrou na mesmice. No final, a defesa aprontou e o Grêmio fez o gol. O técnico não está conseguindo fazer o time render. Parece que ninguém está nem aí.

GRÊMIO

Mesmo com tantos desfalques, foi amplamente superior. Não fosse Cavalieri, o placar teria sido mais folgado.

ARBITRAGEM

Precisa.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

 

1 Comments

  1. Vocês do Panorama Tricolor estão de Parabéns, vemos aqui comentários lúcidos sem alterações, sem raiva, sem cunho político de outros portais, como era antigamente quando as pessoas eram mais educadas. Salve o Flu e vamos apoiar e ajudar no que for possível mesmo no pior. Sinceras Saudações Tricolores.

Comentário