Globo-RN 2 x 5 Fluminense (por André Biron)

O FLUZÃO SEGUE ATROPELANDO!

Mais uma vitória contundente do Fluminense na temporada, goleada (5 a 2) sobre o Globo RN e classificação garantida para a segunda fase da Copa do Brasil. Uma chuva de gols e uma obra-prima assinada por Gustavo Scarpa marcaram a sexta vitória tricolor no ano. O retrospecto da equipe faz a torcida tricolor acreditar que 2017 será um ano de títulos. Sete jogos, seis vitórias, 19 gols marcados.

A preocupação por enfrentar um time desconhecido, invicto a 15 jogos em seus domínios, não durou cinco minutos. Lucas abriu o placar com passe de Wellington, em jogada iniciada por Scarpa. Não demorou muito e Henrique Dourado ampliou a vantagem. Dez minutos depois, mostrando oportunismo, o Ceifador deixou novamente sua marca e comprovou a grande fase. Seis gols, em seis partidas.

Não deu nem tempo para comemorar e o Fluminense já possuía um pênalti a seu favor. Neste momento, o torcedor tricolor se perguntava se essa é a nova “Máquina Tricolor”. Mas Sornoza, assim como Osvaldo no domingo, desperdiçou a cobrança. Depois disso, A máxima do futebol “Quem não faz, leva” apareceu e o Globo diminuiu, 3 a 1.

No segundo tempo, como de costume, o Fluminense não demorou para estufar a rede.

Aos quatro minutos, após vistosa troca de passes, Wellington Silva marcou um belo gol. Aos 18, Scarpa assinou uma pintura. De antes do meio de campo, ele acertou o ângulo da meta potiguar e anotou o quinto gol tricolor. O gol que Pelé não fez? Não! O gol de Roger, em Rogério Ceni, no Morumbi. Foi disso que lembrei. O camisa dez é sério candidato ao Prêmio Puskás de 2018.

Se o ataque encanta, a defesa deixa a torcida em estado de alerta. O segundo gol do Globo tornou ainda mais evidente a queda de rendimento da defesa tricolor com a ausência de Renato Chaves. A invencibilidade da retaguarda tricolor no estadual contrasta com a fragilidade nas outras competições: em três partidas, cinco gols sofridos.

Apesar dos pequenos sustos, uma vitória maiúscula do Fluminense!

JULIO CESAR

O goleiro deixa a torcida de cabelo em pé na maioria dos lances em que a bola cruza a área tricolor. O camisa 22 deixou o campo machucado e foi substituído por Marcos Felipe. A torcida aguarda ansiosa pela volta de Diego Cavalieri.

LUCAS

Está em grande fase. Fez gol, participou de outros dois e ainda sofreu o pênalti desperdiçado por Sornoza. Ao contrário das temporadas anteriores, o departamento de futebol acertou em todas as contratações neste ano. Parabéns aos envolvidos!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: abi

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres