A primeira partida entre Fluminense e Chapecoense (da Redação)

flu-chape

Logo mais tem carne de pescoço em Edson Passos. Em pouco mais de 40 anos, o Fluminense enfrentou a Chapecoense em seis oportunidades, sendo cinco delas a partir de 2014, quando o time catarinense chegou à série A do Campeonato Brasileiro.

A primeira partida, bem mais distante, data de 08/02/1976, quando a Chape tinha apenas três anos de vida.

Na ocasião, os dois times realizaram um amistoso no Estádio Índio Condá, bem antes da denominação de Arena – o convite ao Flu fazia parte dos festejos do recém inaugurado campo da equipe alviverde.

Com uma expressiva folha de pagamento e só contando com as receitas de bilheteria, o Fluminense da Máquina era muito requisitado para jogos com cotas e a disputa de torneios.

A partida terminou empatada em 2 a 2, tendo como destaque Luis Alberto, que marcou um gol e deu o passe para o outro, assinalado por Cleber. Da renda de 200 mil cruzeiros, o Flu faturou 140 mil.

Luis Alberto ainda ficaria pouco tempo no clube, saindo em 1977. Disputou 43 jogos pelo Fluminense, 20 deles como titular, marcando 14 gols. Ganhou a medalha de ouro dos Jogos Panamericanos de 1975.

fluminense-chapecoense-08-02-1976

flu-x-chapecoense-08-02-1976

Na véspera do amistoso entre Fluminense e Chapecoense, uma curiosidade: em Brasília, o Flamengo era campeão do Torneio Serejão ao vencer o time do CEUB por 2 a 1. Na modesta equipe brasiliense despontava um jovem goleiro de 19 anos, que ainda rodaria por alguns clubes e, anos mais tarde, entraria para a galeria dos heróis tricolores impondo derrotas implacáveis e inesquecíveis ao time da Gávea: Paulo Victor.

flamengo-ceub-1976-08-02-paulo-victor

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: jb

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres