Fluminense 3 x 0 Criciúma: atuações (por Mauro Jácome)

Um Fluminense muito estranho esse. Muito estranho. No primeiro tempo, fez uma única boa jogada. Nenê trocou passes com Egídio, o lateral foi ao fundo e cruzou prefeito na cabeça de Manoel para abrir o placar. No segundo tempo, jogou dez minutos na volta dos vestiários. Luiz Henrique costurou na grande área, levantou a cabeça, rolou para Gabriel Teixeira, que encheu o pé e ampliou. Não demorou, Gabriel Teixeira disparou pelo meio, serviu Fred, que aguardou a passagem de Luiz Henrique, que recebeu, invadiu a área e bateu por baixo de Gustavo. 3×0. Pronto. Só isso.

De resto, a bola ficou com o Criciúma. Pela direita, pela esquerda, pelo centro. No entanto, o time catarinense não tinha força técnica para fazer com que a bola chegasse a Marcão ou a Hygor. Manoel e Luccas Claro ganharam todas. Quase todas. PH sozinho na pequena área perdeu um gol desses que chamam de feito.

Depois de três derrotas, uma vitória nada convincente e que traz mais preocupação do que alívio. A classificação não era mais do que a obrigação. Assim como será na terça. No entanto, e o restante da temporada? E as fases seguintes da Copa do Brasil e da Libertadores? E o Brasileiro? Muitas interrogações, nenhuma convicção. Mas vamos que vamos…

MARCOS FELIPE

Não teve trabalho.

SAMUEL XAVIER

Bem na marcação. Travou duelos pela direita e levou vantagem. No entanto, não apareceu na frente.

MANOEL

Anulou Hygor. Cobriu com precisão quando Samuel saiu para marcar na intermediária. Preciso no cabeceio que abriu o placar. A expulsão poderia ter sido evitada.

LUCCAS CLARO

No mesmo nível de Manoel. Teve menos trabalho do que em partidas anteriores porque Egídio errou menos na marcação.

EGÍDIO

Um cruzamento perfeito para Manoel marcar. Mais atento na marcação.

MARTINELLI

Um leão. Fechou a entrada da área. Quando errou passes na saída para o ataque, recuperou logo em seguida.

YAGO

Também se desdobrou na marcação para suprir da deficiência de Nenê. Poderia ter avançado mais para trabalhar na intermediária adversária.

ANDRÉ

Entrou muito bem. Preciso nos botes e nas roubadas de bola.

NENÊ

Mais uma partida muito ruim. Contribuiu para que o Criciúma mantivesse a posse de bola.

GANSO

Entrou para manter a posse de bola e evitar a pressão final do Criciúma. Teve sucesso nesse papel, no entanto, o Fluminense precisa muito mais do que isso.

LUIZ HENRIQUE

Não foi bem no primeiro tempo e foi decisivo no segundo. Deu o passe para Gabriel fazer o segundo e marcou o terceiro.

LUCCA

Pegou na bola umas três vezes, mas não saiu nada de importante.

GABRIEL TEIXEIRA

Apagado no primeiro tempo e, da mesma forma que Luiz Henrique, foi decisivo no começo da etapa final. Marcou o segundo e iniciou o contra-ataque para o terceiro gol.

KAYKY

Teve a bola e o espaço para puxar contra-ataques, no entanto, não evoluiu. Parece que está esperando a hora para ir embora.

FRED

Mais um jogo em que passou em branco. Zero oportunidades. Mas fez uma ótima assistência para Luiz Henrique marcar.

ABEL

Nada de útil.

ROGER MACHADO

O time se classificou, mas ficou devendo. O Fluminense não se impõe. Fica vendo o adversário trocar passes. Enquanto o adversário tiver o nível de Criciúma, dá para garantir o resultado, mas daí pra frente fica difícil de imaginar qual o futuro que as competições reservam.

Clique Aqui para seguir o podcast do Panorama Tricolor

3 Comments

  1. Bom Dia a todos. Um comentário excelente do amigo Tricolor Mauro Jacomé que descreveu com precisão o andamento da partida. Na minha opinião o nosso treinador Sr Roger Machado perdeu o controle com os jogadores o que é comum com este senhor pois por onde passou foi um fiasco não conseguindo siquer um título de grande expressão e acabou sendo demitido de todos. Está muito claro que Fred e Nenê não podem jogar juntos pois se por um lado têm condições técnicas as condições físicas não são boas acho visto que Fred está sem marcar há 4 jogos ou mais e Nenê não faz atuações convincentes há algum…

  2. Foi importante classificar.
    Mas de fato o time está perdendo força. Parecem pregados em campo. S tc

Comments are closed.