Fluminense 2 x 1 Volta Redonda (por Paulo-Roberto Andel)

Vários ingredientes na vitória tricolor: garra, luta, superação e eficiência para superar o aquabol de Los Larios. Não se pode deixar de lembrar: o Volta Redonda é um time mais fraco do que o Avaí e o triunfo do Flu foi abaixo da média da sequência anterior à derrota pela Copa do Brasil. Contudo, é sempre melhor vencer e felizmente aconteceu.

Não dá para entrar em maiores discussões técnicas e táticas devido às condições do gramado, castigado por um chuvão antes da partida. Muitos lances foram à base do bumba-meu-boi, mas me agradou ver o nosso time tentando jogadas nas partes secas do gramado. A derrota para o Avaí, por mais ducha de água fria que fosse, não podia colocar tudo a perder. Temos uma cara em campo, uma pegada, uma atitude.

A cada domingo desses, com jogos para quinhentos, seiscentos torcedores, fico me perguntando: por que perdemos tanto tempo desprezando o Estádio das Laranjeiras? Simplesmente não faz sentido. Em nossa casa teríamos brincando seis ou sete vezes mais gente. Meu apreço a quem foi a Xerém: os torcedores tinham que ser condecorados por bravura e honra ao mérito.

Longe de ser brilhante, o Fluminense foi eficiente, honesto, sério. Pareceu ter aprendido a lição de dias atrás. Sornoza está cada vez mais firme, a dupla Richard-Jadson é consistente, Robinho tem potencial e Pedro precisa de tempo, mas tem o que dizer. Os dois jogadores, aliás, cobraram muito bem os pênaltis. Na defesa, Ibanez na média e Júlio César fez um defesaço em cabeçada no segundo tempo. E Ayrton foi outra vez o destaque: caso ele se firme de vez, será a prova de que é preciso ter paciência com os jovens da base.

No saldo, deu para o gasto: o Aurinegro raramente ameaçou a vitória do Flu, que esteve à frente no marcador praticamente durante toda a disputa. Desta vez a bola não caiu na floresta. Ufa!

Vem o Vasco na quarta. Não me importa se está fraco ou não, se perdeu de quatro ou não. É clássico. Quero a vitória. Quase todos queremos. Vamos lá. Enquanto isso, continuamos a sonhar com um zagueiro, um meia (rápido) e um finalizador, mas seguimos apoiando sempre. Sete vitórias em oito jogos, hora de lutar.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

#JuntosPeloFlu

Imagem: rap

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres