Fluminense 2 x 1 Volta Redonda: atuações (por Mauro Jácome)

O jogo começou com as poças d’água levando vantagem sobre a defesa do Fluminense. Ayrton Lucas e Gum se atrapalharam e quase complicaram. Os tricolores se entenderam com o gramado horrível de Los Larios e no primeiro ataque puxado por Robinho, Ayrton Lucas foi lançado, o lateral ganhou na corrida e foi derrubado na área. Pedro bateu muito bem o pênalti e fez 1 x 0 Fluminense. Após o gol, algumas tentativas, mas o tricolor parou e o ritmo caiu.

O Fluminense voltou do intervalo mais aceso. Com trocas de passes na entrada da área do Volta Redonda, Gilberto, Ayrton e Pedro eram lançados e o segundo gol era questão de tempo. Aos 20’, Ayrton ultrapassou a última linha de zaga do Volta Redonda, recebeu na frente e foi empurrado pelas costas. Outro pênalti. Robinho bateu com tranquilidade e ampliou. Logo em seguida, o árbitro inventou um pênalti para o Volta Redonda. Marcelo bateu bem e diminuiu. Daí em diante, o Volta Redondo se lançou em busca do empate e o Fluminense não conseguiu contra-atacar.

JÚLIO CÉSAR

No lance que deixaria sua assinatura com uma boa defesa, o árbitro marcou impedimento. Bicho fácil.

RENATO CHAVES

Sem muito trabalho, mas sentiu dificuldades nas bolas aéreas.

GUM

Logo no começo deu uma furada depois que a bola travou na água. Depois se comportou melhor.

IBAÑEZ

No ataque, se a bola for lançada em sua direção, dificilmente perde pelo alto. Atrás, jogou com a tranquilidade de sempre.

GILBERTO

Procurou o ataque, mas faltou inteligência para se relacionar com a água. Foi para o meio após a entrada de Léo, mas limitou-se a segurar o Volta Redonda.

RICHARD

Limitou-se a proteger a zaga para que os alas se lançassem à frente. Perdeu algumas saídas de bola.

JADSON

O meia dá um toque de categoria no meio-campo com passes e lançamentos de qualidade.

SORNOZA

Bom primeiro tempo ao fazer a bola circular na intermediária do Volta Redonda. Poderia ter arriscado mais chutes para aproveitar o gramado muito molhado. Cansou no segundo tempo.

LÉO

Entrou no fim e não teve oportunidade de mostrar futebol.

AYRTON

Errou no início ao não calcular a poça e, por pouco, o Fluminense não tomou o gol. Em seguida, recebeu lançamento de Robinho e sofreu o pênalti do gol de abertura do placar. No segundo tempo, outro lançamento em profundidade, foi empurrado, mais um pênalti. Tem facilidade em arrancar e driblar em velocidade. O nome do jogo.

ROBINHO

Puxou o contra-ataque que deu início à jogada do pênalti em Ayrton. Depois sumiu. Bateu bem o segundo pênalti. Mais uma vez, desapareceu em grande parte do jogo. Falta-lhe mais participação e procurar o jogo.

PABLO DYEGO

Entrou no fim para os contra-ataques, mas ajudou mais na marcação.

PEDRO

Bateu o pênalti com muita categoria. Movimentou-se melhor e recebeu bons passes para finalizar.

DUDU

A bola quase não chegou na frente, então, pouco apareceu.

ABEL

Sem seu melhor atacante, Marcos Junior, optou por Robinho, que está longe das expectativas da torcida. Voltou com Ayrton no lugar de Marlon. Ayrton é muito melhor e o poder ofensivo do Fluminense melhor muito. As substituições não recuperaram o controle do jogo, mas o Volta Redonda não tinha forças para impedir a vitória.

VOLTA REDONDA

Não lembra os bons times de outrora.

ARBITRAGEM

Errou em não dar cartão amarelo para Gum, que segurou Dija Baiano, logo no começo. Acertou nos pênaltis em Ayrton, mas errou no a favor do Volta Redonda. Ninguém encostou no Dija Baiano. Errou em não expulsar (segundo amarelo) Richard numa entrada por trás. Fraco, fraco.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

#JuntosPeloFlu

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres