Fluminense 1 x 2 Vasco (por Marcelo Vivone)

ecc461516964e3aa074a30e2f551642d

A torcida lotou os seus setores e fez bela festa, com direito a Ronaldinho, lado direito, mosaico e muita cantoria.

Primeiro tempo

O jogo começou equilibrado.

Em nosso primeiro ataque, Marco JR recebeu pela ponta direita e cruzou rasteiro. A vaga do Vasco afastou para escanteio. Em seguida, foi a vez do Vasco chegar em jogada semelhante pela ponta esquerda.

Nosso time pecava em alguns lances por tentar fazer ligação direta da zaga para o ataque, sem que a bola passasse pelos jogadores de meio de campo.

Aos 15 minutos, em uma das primeiras jogadas trabalhadas, Giovanni cruzou para Marco JR, que dominou dentro da grande área e chutou para fora.

O Fluminense passou a conseguir impor sua melhor qualidade.

Aos 21, em ótima jogada pela esquerda, Scarpa foi à linha de fundo, depois de tabela com Gerson, e cruzou para Marco JR. A zaga chegou antes e colocou para escanteio.

Giovanni quase marca aos 26, em lance que carregou a bola desde o nosso campo e bateu de fora da área. A bola desviou em um jogador vascaíno e quase engana o goleiro.

O Vasco apelava para as faltas para parar as oportunidades de contra-ataque do Flu.

Aos 38 minutos, numa das poucas vezes que o Vasco chegou na área, Gum perdeu na cabeça para Andrezinho, que cabeceou sem chances para Cavalieri. Fluminense zero, Vasco um.

O Flu sentiu o gol e só voltou a assustar o adversário aos 43, em chute de fora da área de Gerson que foi desviado para escanteio.

Dominamos boa parte da primeira etapa, mas não conseguimos chegar com grande perigo ao gol do adversário. O time teve intensidade, mas pareceu ansioso por conquistar a vitória e aumentar a festa da torcida.

O Vasco, por sua vez, entrou claramente para não perder e foi beneficiado com a falha (mais uma) do nosso zagueiro Gum.

Segundo tempo

Começamos mal os 45 minutos finais.

Aos cinco minutos, Giovanni saiu machucado e Osvaldo entrou em seu lugar. Com isso, Scarpa foi deslocado para a lateral esquerda.

Logo aos oito minutos, em sua primeira jogada, Osvaldo foi a linha de fundo e cruzou rasteiro. Gerson dominou dentro da área, mas chutou fraco e para fora.

Apesar da desvantagem no placar, nossa torcida não parava de cantar.

Aos 12 foi a vez do Vasco chegar, em contra-ataque rápido, que Cavalieri defendeu em dois tempos.

Na sequência da jogada, o Fluminense chegou rápido no ataque. Gerson dominou e meteu a bola na área, nas costas da zaga, para Marco JR. O garoto dominou no peito, virou o corpo e acertou um belo chute, de voleio. Golaço! Fluminense um, Vasco um.

A torcida enlouqueceu e empurrou ainda mais o time para o ataque.

O Fluminense voltou a dominar o jogo.

Aos 25, Gum, MAIS UMA VEZ, entregou a rapadura. Perdeu facilmente uma disputa de bola com o atacante do Vasco, que avançou com a bola e acertou um tiro de fora da área, indefensável para Cavalieri.

O Flu se perdeu em campo. Somente aos 35 conseguiu chegar com perigo. Wellington Silva cruzou de longe e Fred cabeceou com muito perigo. O goleiro espalmou para fora.

Não conseguimos criar mais nada e acabamos sendo novamente derrotados pelo clube da Cruz de Malta. Será que algum dia nós vamos conseguir ganhar uma partida do Vasco?

Nosso time não fez uma boa partida. Fomos melhores em alguns momentos do jogo porque o time adversário é muito fraco. Mas não conseguimos criar oportunidades de gol.

Individualmente não tivemos um grande destaque. Marco JR, também pelo golaço, foi o melhor do time.

Tenho elogiado muito a participação do nosso treinador, seja na montagem da equipe, ou nas substituições que faz durante as partidas. A ressalva que tenho às suas escolhas, e tenho deixado isso claro há bastante tempo, é sua opção por manter o Gum no time titular, mesmo depois da volta do Marlon da seleção sub-20.

A derrota de hoje, por essa insistência que, para mim, não tem qualquer explicação, vai para a conta do nosso treinador, Enderson Moreira. Perdemos hoje simplesmente por que o comandante técnico do time acha que o Gum deve ser titular e o Marlon banco. O Vasco praticamente não nos ameaçou, mas nosso zagueiro, entregou a rapadura por duas vezes.e sofremos os gols.

Vou repetir o que já falei em outras oportunidades, não sei quantas falhas mais esse rapaz precisa cometer, quantos jogos mais precisamos perder em função dos seus erros, para que, FINALMENTE, ele seja barrado. QUEM TEM GUM, TEM MEDO. Estou de saco cheio de ter que aturar o Gum no time titular.

Enderson Moreira, tudo que a gente tiver que ouvir do babaca do Eurico na noite de hoje e durante a semana, é culpa não do Gum, mas sua, que insiste em mantê-lo no time titular.

Panorama Tricolor

@Panoramatri @Mvivone

Imagem: Panorama

IMG_20150425_162953

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres