Fluminense 1 x 0 LDU: atuações (por Mauro Jácome)

Depois de seis minutos de troca de passes, Wendel investiu contra o sistema defensivo e sofreu falta perto da área. Gustavo Scarpa bateu por fora da barreira e colocou no cantinho: 1 x 0. No entanto, em vez de continuar com a faca no pescoço dos equatorianos, o Fluminense diminuiu a pressão e a LDU saiu para o jogo. Somente aos 21’ houve outro chute a gol: Henrique Dourado limpou na entrada da área e bateu para fora. Com Wellington Silva muito parado, entregue à marcação, faltava opções nas jogadas ofensivas. Os passes eram laterais e muito longe da área de Nazareno. O Fluminense parou e o jogo tornou-se irritante. A postura em campo era, inexplicavelmente, de um jogo amistoso.

Com Sornoza no lugar de Orejuela, o Fluminense pretendia ser mais ousado no segundo tempo, mas o panorama não mudou muito até os 15’, quando tentou uma pressão. Não durou, foram muitas bolas alçadas na área, mas a zaga equatoriana estava atenta. Nos últimos minutos, exceto numa conclusão perigosa de Robinho, a pressão não foi eficiente.

JÚLIO CÉSAR

A LDU só chegou e chutou aos 26’2ºT e aos 47’2ºT. Foram bolas fáceis.

LUCAS

Avançado nos primeiros minutos. Com a queda do ritmo tricolor, ficou na marcação. No segundo tempo, tentou o fundo do campo, mas o lado estava congestionado.

FRAZAN

Vacilou em alguns lances, mas que não levaram perigo ao gol de Júlio César. Saiu contundido.

MARLON FREITAS

Improvisado.

NOGUEIRA

Mais firme que o companheiro de zaga.

MARLON

Não oferece opção pelos lados do campo. Tentou alguns cruzamentos no segundo tempo, mas não encontrou Henrique Dourado.

OREJUELA

Nada que mereça registro. Ficou nos vestiários no intervalo.

SORNOZA

Alguns lampejos, mas está longe da melhor forma. Poderia começar os jogos para crescer em campo.

DOUGLAS

Bem superior a Orejuela. Tentou fazer a transição com mais velocidade, no entanto, a falta de movimentação dos companheiros atrapalhou.

WENDEL

Saiu costurando e sofreu a falta que originou o gol de abertura do placar. Ainda tentou algumas arrancadas, mas sem resultado. Já foi mais produtivo.

GUSTAVO SCARPA

Foi inteligente na cobrança de falta, ao tirar da barreira e achar o canto de Nazareno. Depois, dormiu em vários lances e perdeu bolas infantis. Tentou organizar a pressão nos últimos vinte minutos, mas estava difícil encontrar alguém.

WELLINGTON SILVA

Pouco tocou na bola e, nas vezes que partiu para o drible, perdeu. Está muito mal. Será que o motivo que fez com que o Bordeaux desistir da contratação é o mesmo que o faz sumir em campo?

ROBINHO

Mesmo com pouco tempo em campo, foi mais importante do que Wellington Silva. Poderia ser uma opção para a vaga de Henrique Dourado lá em Quito.

HENRIQUE DOURADO

Quando o meio-campo e os laterais não rendem, fica difícil. Lutou muito, mas não conseguiu uma bola limpa.

ABEL

Com a contusão de Henrique, mandou para campo o que tinha de melhor. Renato Chaves contundiu-se às vésperas do jogo e ficou fora, mas isso foi reforço. Fez as substituições necessárias e corretas, mas demorou em tirar o Wellington Silva e colocar Robinho.

LDU

Inferior a LDU de 2008 e 2009, mas irá com tudo no jogo da volta.

ARBITRAGEM

O árbitro deu um cartão absurdo para Henrique Dourado e o tirou do jogo da volta.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres