Fluminense 1 x 0 Grêmio (por Marcelo Vivone)

dcefd4724fbd955458f71da57eaedd59

O time foi a campo com zaga titular nova, composta por Henrique e Marlon, e Ronaldinho no lugar do Fred. Em relação ao time que vinha jogando, Scarpa ficou de fora.

Primeiro tempo

Jogo muito brigado no meio de campo e com poucos lances de emoção.

Não jogamos bem.

Nosso time se apresentou desorganizado, parecendo até desorientado, com a nova formação. Demos muito espaço na marcação, o que levou o Grêmio a levar perigo para Cavalieri em alguns momentos.

No ataque, nosso time pouco criou. Não gostei do posicionamento do Ronaldinho como centroavante. Claramente Enderson o posicionou na frente para não enfraquecer a marcação do time.

Mas, para essa organização tática funcionar, seria preciso que, quando tivéssemos a bola, Ronaldinho funcionasse como meia e Marco JR e Osvaldo passassem para que o camisa 10 pudesse enfiar as bolas. E nada disso aconteceu.

Nossos únicos dois lances de perigo ocorreram em uma falta de longe cobrada por Ronaldinho. Jogada que lembrou o gol antológico por ele marcado contra a Inglaterra. O goleiro do grêmio tentou adivinhar que Ronaldinho cruzaria a bola para a área e deu um passo para frente. Mas ainda eu tempo do goleirão voltar e salvar para escanteio.

Nosso outro bom momento, o único com bola rolando, aconteceu aos 22 minutos, numa bola vertical colocada por Jean para Gerson, nas costas da zaga. O goleiro adversário saiu de forma atabalhoada e dividiu com Gerson, que quase conseguiu ficar com o rebote. A zaga rebateu fraco e a bola caiu limpa no pé de Marco JR. O garoto chutou para o gol e o zagueiro salvou quase em cima da linha.

No lance seguinte veio a resposta do Grêmio. Nosso meio de campo deu espaço e Douglas acertou um chute forte de fora da área, obrigando Cavalieri a ceder o escanteio. Na cobrança, Cavalieri fez um milagre ao salvar cabeçada frontal para a bola explodir no travessão.

A partir daí, o Grêmio passou a dominar as ações.

Aos 38, em mais uma falha de marcação, Pedro Rocha apareceu livre na entrada da nossa área. Ele teve tempo de dominar a bola, olhar para o gol e chutar. Tudo isso quase em cima da grande área. Para nossa sorte, o garoto chutou muito mal e não levou perigo para Cavalieri.

Osvaldo havia sentido a posterior da coxa numa arrancada e deu lugar a Gustavo Scarpa.

Ainda deu tempo para o Grêmio chegar mais uma vez. No último lance do primeiro tempo, Douglas deu um lindo drible em Marlon no meio de campo e colocou na corrida para Luan. Breno Lopes chegou abafando e colocou a bola para escanteio.

Segundo tempo

Logo aos quatro minutos, o Grêmio ficou com menos um. Walace que já havia levado o amarelo no primeiro tempo, fez falta dura em Marco JR e recebeu o segundo.

Com a vantagem numérica, Enderson fez substituição para colocar o time pra frente. Sacou o lateral esquerdo, Breno, e colocou um centroavante. Veio para o jogo Wellington Paulista e Scarpa foi deslocado para a lateral.

Aos 13, o goleiro falhou adversário novamente. A bola sobrou para Wellngton Silva que tocou para trás para Jean chegar batendo, mas a bola subiu muito.

O Fluminense atacava de forma desorganizada e o Grêmio começou a conseguir alguns contra-ataques.

Aos 21 minutos, em cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para Marlon que tocou por cima do gol do Grêmio.

Aos 22, Enderson fez a última tentativa de tornar nosso time mais eficiente, substituindo Gerson por Magno Alves .

Estava na hora da torcida entoar João de Deus! E a galera “ouviu” meu pedido e começou a cantar.

E, pra variar, o cântico deu certo.

Aos 31, Ronaldinho dominou no meio de campo, onde ele deveria dominar desde o primeiro tempo e lançou para Wellington Paulista. O centroavante tocou de cabeça para Marco JR que dominou e teve tranquilidade para driblar o goleiro e empurrar para dentro do gol. Flu um a zero.

Aos 36, Ronaldinho apareceu novamente. Em cobrança rápida de falta deixou Magno Alves na cara do gol. Mas o atacante chutou em cima do goleiro e permitiu a defesa.

Aos 43, Pedro Rocha perdeu gol incrível, cara a cara com Cavalieri. Incrível como entra zagueiro, sai zagueiro, e qualquer bola cruzada na nossa área é perigo de gol.

Fim de papo e vitória importantíssima do Fluminense. Três pontos fundamentais.

Não jogamos uma boa partida, mas não faltou luta e empenho.

Ronaldinho contrariou as expectativas e permaneceu os 90 minutos em campo.

Cavalieri, principalmente no primeiro tempo, e Marco JR, pelo belo gol, foram os destaques individuais.

Fred fez muita falta. É a nossa referência.

Enderson foi fundamental para a vitória. Depois da vantagem numérica, mexeu no time para torná-lo ofensivo ao máximo. Quem não ousa geralmente não é compensado pelo sucesso.

O time precisa treinar muito para funcionar com a entrada de Ronaldinho. Hoje a engrenagem não funcionou bem, mas é natural. O camisa 10 treinou apenas uma semana, ainda está fora de forma e os demais jogadores precisam se acostumar a tê-lo em campo.

É importante dar atenção especial às bolas cruzadas em nossa área. Hoje jogamos com uma zaga toda mudada e sofremos da mesma forma em alguns lances.

Pra semana que vem já termos também Cícero à disposição de Enderson. Cabe ao Enderson arrancar o melhor de cada uma das boas e ótimas peças que tem no elenco.

Terminamos o sábado em terceiro lugar, para desespero de muitos.

Panorama Tricolor

@Panoramatri @Mvivone

Imagem: Panorama

IMG_20150425_162953

3 Comments

  1. Importante vitória diante de um momento pequeno de turbulência por derrotas contra o Vasco e Chapecoense, e mais uma partida de se destacar a importância dessa garotada no nosso grupo, é de se impressionar o salto de qualidade que teve Marcos JR (Ta mais para Marcos Plenos), de se impressionar também a maturidade do menino Scarpa, ainda pouco badalado, mas ao meus olhos ele é um monstro ganhando forma.

    Satisfeito com a vitória, curioso com a formação Fred e Ronaldinho, esperamos o melhor! ST!

    1. Vivone:

      Rodrigo, a garotada tem sido o pulmão do time. Fundamentais!

      Tb estou curioso e preocupado (com a marcação) com a formação do time quando jogarem Fred e Ronaldinho.

      Um abraço.

  2. Ei Vivone, a vitória foi importante pra manter o time perto da liderança. Enderson agora tem um elenco forte com condições de brigar pelo titulo. Acho que ele precisa encaixar o Escarpa no time titular, nem que seja jogando de lateral. Não sei como chega o Cícero, mas é outro que tem vaga no time! Temos o Robert voltando, Vinícios em breve… Com essa turma toda em condições, vai ser difícil segurar nosso Flu! S.T

Comentário