Fluminense 0 x 2 Grêmio (por Paulo-Roberto Andel)

Infelizmente, minha coluna está focada no assunto que mais detesto em futebol: arbitragem. Ou a falta da mesma. Um desastre.

Sem chororô, mimimi e outros reducionismos ocos típicos do Brasil varonil, é fato inconteste que a expulsão de Nogueira alijou o Fluminense da partida e, consequentemente, da disputa esportiva. O resto foi decorrência: os gols, a saída de Scarpa, o meio campo amputado, o pênalti não marcado e por aí vai.

Não tenho dúvidas de que nosso jovem zagueiro foi extremamente imprudente no lance, mas gostaria de saber qual outro beque de clube grande no Brasil foi expulso em partida decisiva/eliminatória aos quatro minutos de jogo. Tempos depois, Dourado sofreu falta semelhante e, claro, o Grêmio ganhou um amarelo.

Não foi a primeira vez neste ano, nem a segunda, nem a terceira ou quarta ou quinta. É muita coincidência negativa junta num pacote só. Hora do clube de mexer mesmo nas esferas cabíveis. Mesmo!

Do jogo não dá para falar nada, mas a torcida foi comovente e jogou junto até o fim. Ela é Fluminense é só. Nem chapa branca, nem adepta do quanto pior, melhor. Ela é lúcida.

Dourado lutou os 90 minutos. Enquanto aguentou, Wendel foi um leão. O Henrique também. Não temos dinheiro, patrocinador, precisamos de reforços e também de calma para não queimar quase um time inteiro. Chutamos pouco, tudo estava devastado.

Abel precisa deixar de lado substituições extraterrestres, logo ele que estava tão bem. Olho no lance para não ter erro diante do Vitória.

Gostei da Leste. As crianças têm que ter direito de ir a todos os setores com gratuidade, mas foi legal ver tantos mini tricolores como eu fui um dia, no tempo em que o Dr. José Carlos Villela não deixava barata nenhuma conta de soprador de apito.

No fim, reinou a paz: eu achei que alguém boxearia o árbitro. Vida que segue, mas providências são deveras necessárias, para ontem.

E é só.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: curvelo

6 Comments

  1. Absurdo de apito que tirou nossa árvore defensora., com esta arrancada o esquema acabou.Acabou a Copa do Brasil. para o nosso Fluzão,um time formado com nossos XerÉns meninos e um técnico vibrante , excelente e tricolor de coração, que mágico não é./ não há como dizer:-Defesa seja defesa,mas a bela lua de meio campo que temos, quando ilumina somos forte.
    Devagar vamos nos curando das feridas com boas ferramentas
    ESTAMOS LIVRES DA UNIMED!

  2. Boa noite amigo, como sempre perfeita o seu comentário sobre o jogo do nosso amado Fluminense, um grande abraço irmão. ST. FLUII

  3. Continuamos sem bastidores. Sem isso não ganharemos nenhuma copa. Saudades do Vilela. Duvido se com ele perderiamos a Libertadores. ST

  4. Enquanto não houver cobrança real da torcida contra a gestão que está aí, ninguém vai fazer nada em relação às arbitragens, reforços para o time ou para o que quer que seja.

    Pedro Abad, Fernando Veiga e Marcelo Teixeira devem estar rindo da nossa cara agora.

    Por isso, a atitude da torcida ontem foi LAMENTÁVEL!!!!

Comentário