Fluminense 0 x 1 Santos: atuações (por Mauro Jácome)

 
O Fluminense tentou tomar o controle do jogo nos minutos iniciais, no entanto, o Santos não permitiu. Aos poucos, o time paulista ocupou os espaços do campo e empurrou o Fluminense para o campo de defesa. Mesmo com a posse de bola, o Peixe não criou dificuldades para Júlio César. Nos últimos dez minutos do primeiro tempo, o Fluminense foi para cima em busco do primeiro gol. No entanto, Pablo Dyego matou vários bons lances com erros infantis.

O segundo tempo manteve o ritmo lento e de inúmeras e inúteis trocas de passes. O Fluminense não conseguiu se livrar da marcação avançada do Santos e ficou preso no próprio campo. Com a dificuldade, a bola era rifada e o Santos recuperava a posse. Sem conseguir chegar ao gol de Vanderlei, o cansaço começando a tomar conta, muita gente com dificuldade para passar a bola, a falta de qualidade técnica dos que entraram, o isolamento de Pedro foram fatores que possibilitaram ao Santos chegar numa ou noutra jogada. Até que saiu o gol. Pelo outro lado, o Fluminense não concluiu uma única vez no gol.

JÚLIO CÉSAR

Olhou algumas bolas cruzando a pequena área sem tomar nenhuma atitude. Demorou muito para sair em Bruno Henrique no gol santista.

IBAÑEZ

Errou alguns passes no início. Virou meia quando o Santos recuou. No segundo tempo, teve que correr atrás de Bruno Henrique e se contundiu.

SORNOZA

Não acrescentou nada. Aquele velho e inútil joguinho curto.

NATHAN

Também avançou e contribuiu para imprensar o Peixe no primeiro tempo. Quando o Santos apertou, jogou centralizado na linha de zagueiros. Ficou no mano a mano algumas vezes e teve dificuldades para acompanhar.

LUAN PERES

Ficou fixo atrás para liberar os demais. Tem dificuldades no domínio de bola e no passe para frente. É um zagueiro muito fraco.

MATHEUS NORTON

Fez um primeiro tempo razoável, principalmente na tentativa de se entender com Pablo Dyego. Na etapa complementar, ficou vigiando o Bruno Henrique e depois o Copete. Aí, ficou para trás quando aceleravam.

RICHARD

Brigou muito no meio-campo, mas demorou a passar a bola. Jogou muito para os lados. Limitado, não contribuiu para criar.

DOUGLAS

Tentou se aproximar da área do Santos e concluir ao gol de Vanderlei, mas os chutes foram tortos. Sumiu no segundo tempo.

JADSON

Foi bem marcado e teve dificuldades para organizar o jogo na intermediária do Santos. Correu muito e cansou.

DODI

Quem?

MARLON

Nada se pode esperar desse lateral. Não consegue fazer um único cruzamento certo.

PABLO DYEGO

Muito afobado, dificuldades em dominar a bola e a escolher a melhor opção. Outra partida muito ruim.

DUDU

Quem?

PEDRO

Está mais solto a cada dia. No entanto, tem que sair muito da área para conseguir tocar na bola. Não teve chances de gol.

ABEL BRAGA

Com muitos desfalques, Abel escalou quem tinha disponível nesse elenco limitado. Ninguém conseguiu render. Outro problema é que esse esquema está falido.

 

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres