Fluminense 0 x 1 Goiás (por Paulo-Roberto Andel)

Vamos lá: uma noite de domingo para esquecer.

Equivocado na escalação, com nova atuação medíocre, desamparado pelo VAR e pelo jogo esfriado a cada dúvida do árbitro, o Fluminense ainda passou por situações inusitadas. Não me lembro, em 40 anos de torcida, de ter visto a iluminação cair na hora de uma cobrança de pênalti. Depois, uma chuvarada enorme. É claro que o pacote atrapalhou Luciano.

Ok, o Goiás teve um gol anulado mas houve falta na área. E o do Flu não contou com qualquer participação do Luciano: o chute de Everaldo sequer passou perto dele.

No fim, depois de tanta coisa, um castigo para a torcida que prestigiou o time no estádio: uma falta que não existiu, a péssima posição da barreira e, claro, a de Rodolfo. Gol de Rafael Vaz, final cut, dose pra liose.

Não é para se desesperar e nem botar fogo no circo, mas quinta-feira será bem complicado diante do Santos, que acabou de vencer o Grêmio na Arena. E não vai dar pra insistir muito tempo nesse monte de volantes.

Caio Henrique vai sempre bem e, dessa vez, eu acho que o Everaldo tem todo o direito de esbravejar. A arbitragem foi tenebrosa.

xxxxxxxxxx

Falando em derrota, está antecipada a temporada fashion das nanocelebridades tricolores, especialmente as que vivem penduradas no saco de candidatos à espera de empreguinho e poderes fúteis. Personagens realmente grotescos e desprezíveis.

Uma coisa é certa: a pouco mais de um mês das eleições, o cenário político do Fluminense nunca foi tão trash.

Espero que o campo ainda seja capaz de salvar o resto da temporada, porque se depender da “nova gestão” (com os mesmos nomes mofados de sempre), estaremos de volta a 2003, se muito, a não ser que aconteça o suave milagre de um novo candidato surgir no caminho.

O Tricolor – informação relevante.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

#credibilidade

3 Comments

  1. Andel, eu tenho constatado que o Flu virou time pequeno. Os árbitros não o respeitam mais. Duvido que na época do Vilela isso tivesse acontecido. Desde quando o VAR é usado fora da área para marcar falta? Pior, falta inexistente. Não posso falar de roubo porque vi que ele apitou o pênalti antes mesmo do VAR, só mudou de ideia porque o auxiliar levantou a bandeira. É apenas um juizinho ruim querendo seus momentos de fama.

  2. Bom dia. Quando você perde a tua credibilidade não espere nada na vida. É o que ocorre com o Fluminense. Inclusive com relação à sua torcida. Agora, com o VAR, vai ser uma “delícia”. A todo instante vão procurar “pêlo em ovo”. Nuvens negras à frente. Abraços.

  3. Sobre o VAR, acho que já começo a ter saudades do tempo em que éramos roubados “apenas” pelo árbitros…

Comments are closed.