Fluminense 0 x 0 Madureira (por Paulo-Roberto Andel)

Numa hora ia acontecer. As coisas estavam tranquilas e fáceis demais, ao contrário do que reza a tradição tricolor. E no futebol, quando o jogo não está bom, é preciso ter outros ingredientes para subir degraus. Foi o caso deste sábado de Carnaval: deu Fluminense, no peito e na raça, na briga, diante de um adversário que foi melhor no segundo tempo – e o mais difícil de todos os que o Flu enfrentou até aqui no ano. Estamos na final da Taça Guanabara. Ufa!

O primeiro tempo foi mais chocho, enquanto o segundo teve uma correria enorme. Richarlisson, tendo entrado depois do intervalo, foi o responsável pelas maiores ações ofensivas do Flu. Do outro lado, o Madureira tentou todos os cruzamentos do mundo em busca de Souza, o Camburão. Quase marcou, acertou bola no travessão e triscando o ângulo direito. Mas o placar não se move a quases. Prefiro ter feito uma semifinal ruim e estar na final do que ser eliminado depois de uma atuação fantástica.

Foi a pior atuação do Fluminense titular no ano, especialmente pela falta da velocidade costumeira, pela boa marcação adversária – temperada com pancadas -, pelas substituições que não deram efeito geral – Marquinho não deu liga e Pierre entrou apenas para cobrir o expulso Douglas -, e naturalmente pela entrada criminosa sobre Scarpa, que o tirou do jogo. Mas, diante de todas as dificuldades, o Tricolor soube se safar e mostrou casca grossa, vide os três minutos finais, onde o Madureira não conseguiu fazer mais nada. Parabéns aos nossos 2.400 maníacos heróicos, que atravessaram a região metropolitana para vibrar em Xerém. E uma tarde de profunda decepção para os que malversam o Flu, esperançosos até o último segundo em vão.

Tivemos sorte neste jogo em Los Larios, muita sorte, mas é bom que se diga: ela só ajuda aos competentes. Temos uma semana longa pela frente, Copa do Brasil na quarta e a final da Guanabara no domingo. Ninguém nos apontará como favoritos a nada, muitos vão mencionar que este jogo da semifinal foi a mostra concreta de um Fluminense enganador. O mais querido da imprensa é o grande favorito para ela.

Por tudo isso, o cenário é ótimo.

PS: jogo no sábado de Carnaval é para encher o Maracanã de turistas. Não temos jogo sequer na cidade. Hora de repensar tudo isso para 2018.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: curvelo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres