Flu + Bota + Vasco (por Marcelo Vivone)

200px-LOGOTIPO_ARMAÇÃO_ILIMITAA

No último final de semana assistimos a mais um lamentável evento de favorecimento explícito a um determinado clube de futebol no campeonato do Rio de Janeiro.

Fomos obrigados ainda a ouvir a estapafúrdia declaração do goleiro desse privilegiado time e a gozação da sua torcida. Ao longo da semana li e ouvi as mais variadas interpretações sobre esse tema, com direito inclusive a breves estudos do que é a nossa sociedade e se esses eventos do nicho futebol a representam.

Minha intenção hoje é outra. Quero falar sobre se e como é possível evitar que mais favorecimentos explícitos e descarados como o de domingo voltem a ocorrer.

Minha opinião é de que já passou da hora de Fluminense, Botafogo e Vasco planejarem ações que possam realmente surtir algum efeito e estancar essa sangria desatada de privilégio de um clube em detrimento dos demais. Em primeiro lugar, é fundamental que os 3 grandes se alinhem, entendam-se e se fechem com o intuito de lutar contra o atual sistema de beneficiamento.

Mas essa união não pode ser pueril, como costuma a ser todas as tentativas que os clubes fazem quando querem lutar por alguma causa. Ela tem que ser verdadeira e contar com o real comprometimento dos envolvidos. É preciso que os 3 presidentes tenham consciência que terão pela frente uma dura batalha contra todo um sistema, que conta com a participação do principal meio de comunicação do país, o formador de opinião da grande massa ignorante dessa “nassão” continental.

Somente com uma união verdadeira esses 3 clubes, que na visão do sistema atual são coadjuvantes, mas necessários, poderão ter alguma chance de mudar o quadro atual. Seus presidentes devem estar conscientes e fechados com o compromisso de chegarem às últimas consequências, caso seja necessário. Se for preciso, por exemplo, romper com a Ferj, que rompam. Se precisarem formar uma liga, que formem.

Não é coincidência alguma que o clube do sistema tenha conquistado 8 dos 15 campeonatos disputados de 2000 para cá. Se ao menos esse time tivesse se tornado uma força brasileira e sul-americana, não haveria contestação. Mas isso está longe de ser o caso. O clube não se tornou nenhuma força a nível nacional e, em nível continental, quando se credencia a disputar o seu torneio, é seguidamente motivo de chacota. Basta dizer que é bi eliminado na 1ª fase do torneio.

É inconcebível que Fluminense, Botafogo e Vasco continuem a assistir passivamente a sucessão de coincidências, mesmo após o Botafogo ter sido vergonhosamente roubado em 2 finais de campeonato carioca e de forma sucessiva, tal e qual o Vasco nesse ano. E de nada adianta, depois do leite derramado, os seus presidentes darem coletivas de imprensa esperneando e dizendo que vão fazer isso ou aquilo.

É preciso se antecipar!

É premente que “ontem” os 3 presidentes se reúnam, pensem e elaborem juntos um planejamento para combater o sistema e extirpar, já no campeonato de 2015, esses favorecimentos indecentes que há tempos nos são empurrados goela abaixo.

Se o clube do sistema cada vez se apequena mais e contenta-se com campeonatos regionais, com o consentimento e a alegria da sua torcida de pouca inteligência, o problema não é dos demais. O esquema de favorecimento chegou a um ponto que não dá mais para que seja aceito passivamente. Cabe a Fluminense, Botafogo e Vasco lutarem pelo direito de disputarem um campeonato carioca com isonomia e igualdade nos fatores extracampo.

Enquanto os presidentes dos 3 clubes grandes continuarem com essa posição pequena de espernear para as câmeras e microfones após os próximos esquemas ardilosos que estão por vir, o sistema vai continuar gargalhando, vendendo seus jornais e fazendo a “nassão” feliz.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MVivone

Imagem: Divulgação

4 Comments

  1. O primeiro passo para resolver um problema é reconhecer sua existência. E isso não vai acontecer, infelizmente.

  2. PESSOAL BOICOTARAM O FLUMINENSE NA CAPA DA REVISTA PLACAR GUIA DO BRASILEIRÃO 2014 VEJA O ABSURDO QUE FIZERAM TEM LÁ NA CAPA DA REVISTA D” ALESSANDRO, LÉO MOURA, ELIAS COM A CAMISA DO CORINTHIANS, BARCOS, ALEXANDRE PATO, JULIO BAPTISTA E DIEGO TARDELLI E NENHUM DO FLUMINENSE FRED CAMPEÃO E ARTILHEIRO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES CAMPEÃO BRASILEIRO 2010 E 2012 SENDO ELEITO O MELHOR JOGADOR DA COMPETIÇÃO E ARTILHEIRO TAMBÉM E NÃO COLOCARAM ELE NA CAPA UM ABSURDO TEM O CONCA EM UMA FOTO BEM…

  3. E POR SINAL BOICOTARAM VASCO E BOTAFOGO TAMBÉM E PORQUE NÃO UMA UNIÃO DESSES TRÊS CLUBES CONTRA ESSE ABSURDO CONTRA ESSA MÁFIA FLA E GLOBO….?

Comments are closed.