Sem reforços não haverá final feliz (por Paulo Rocha)

DOWNLOAD GRÁTIS – LIVRO – COPACABANA CITY BLUES

DOWNLOAD GRÁTIS – LIVRO – PEQUENOS RELATOS DA OPRESSÃO

Eu disse na minha coluna da última quarta-feira que a eliminação da Copa do Brasil poderia ter aspectos positivos para o Fluminense. E dois deles são bem claros: o primeiro é que neste ano, num de calendário apertado em função da parada para a Copa do Mundo, será importante ter datas livres para não submeter a equipe a um desgaste excessivo; o segundo,  reafirma a urgência na chegada de reforços. Com esse time de garotos não dá para fazer uma campanha digna na Série A do Campeonato Brasileiro.

Com o material humano que tem ao seu dispor, Abel Braga não pode fazer milagres. Tudo bem, ele erra às vezes, como errou na Ressacada colocando o despreparado Dudu ao invés de mandar a campo o lépido Matheus Alessandro. Contudo, nosso treinador jamais poderia ser apontado como culpado pela eliminação. Nem por qualquer coisa desagradável que venha a acontecer caso essa diretoria não consiga reforçar o elenco.

Agora, como nosso departamento jurídico deu o ar de sua graça e conseguiu derrubar a liminar que permitia ao escroto do Scarpa jogar pelo Palmeiras, é hora de sentar com o clube paulista e tentar uma composição por jogadores. Hyoran cairia muito bem para o nosso elenco, seria um armador criativo para dar auxílio ao Sornoza, o único que temos com essa característica. E ainda há outros lá, em posições distintas, que poderiam nos servir bem.

Ou seja: é preciso reforçar já. Aquele papinho do Paulo Autuori (aliás, ele só aparece para falar nas semanas em que o time ganha) não cola mais. Que cheguem reforços logo, pelo amor de Deus! O Brasileirão está se aproximando, estrearemos contra o Corinthians, atual campeão, na casa dos caras. Passar sufoco desde a primeira rodada é demais.

Encerro fazendo uma conjectura sobre o jogo de domingo, contra a Cabofriense, pela rodada decisiva da fase classificatória da Taça Rio. Se nosso time alternativo (Abel já disse que poupará muita gente) perder e Vasco e Botafogo empatarem, por exemplo, o time da Região dos Lagos será nosso adversário na semifinal justamente no lugar do Cruz-Maltino, que seria eliminado. Não devemos entregar o jogo, o Fluminense nunca pode “abrir as pernas” para ninguém, mas que esse quadro nos beneficiaria bastante, disso não há dúvida.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: ropa

Comentário