Falta inspiração (por Aloisio Senra)

Aloisio Senra

Tricolores de sangue grená, o início de ano do nosso amado Fluminense não foi perfeito, mas passa longe de ser um desastre. Para o time e o treinador que tínhamos na Florida Cup, por exemplo, não imaginávamos sequer sonhar com um título já no primeiro semestre e temíamos pelo Brasileirão que se avizinha. Pois bem, Levir veio, o time se acertou e faturamos a Primeira Liga. Noves fora mais uma eliminação patética no Carioca, o saldo não é de todo ruim.

Se há algum aspecto positivo em termos sido eliminados mais uma vez na semifinal do estadual, este seria o tempo que o novo treinador terá para trabalhar, já que até agora ele vinha apenas apagando incêndios. Com uma intertemporada, certamente Culpi conseguirá aparar arestas, criar jogadas ensaiadas e analisar as carências do elenco com mais precisão, de modo a exigir contratações – das quais precisaremos, se não quisermos ser figurantes no nacional.

O plantel atual é desequilibrado. Apesar de termos bons goleiros, eles precisam de treino e aprimoramento. Na defesa, Giovanni não é jogador para o Fluminense e precisa ser emprestado. Precisamos de um lateral-esquerdo titular, mesmo que Wellington Silva tenha representado bem a posição. Ele é um importante coringa, mas não o vejo com potencial de titular jogando torto. Seria bom também um lateral-direito, já que Jonathan demonstrou que não tem fôlego para jogar sempre. Neste caso, um defensor que mantivesse o nível dele e do Wellington Silva já estaria de bom tamanho. Na zaga, a menos que Marlon seja vendido ou algum outro vá embora, não vejo necessidade de reposição no momento.

Entre os volantes, temos apenas Pierre com a capacidade de cão de guarda. Edson, Cícero e Douglas são excelentes – na posição de segundo volante. O “cincão porrador” à lá Marcão está em falta. Pierre não tem mais o fôlego de antes e, mesmo que muitos virem a cara para esse tipo de jogador, às vezes precisamos dele. No ataque, há de se apostar no Richarlison e no Samuel como centroavantes até que Fred recupere sua forma (se isso acontecer um dia). Não sei se será suficiente apostarmos na velocidade de Marco Jr. e de Osvaldo, pois eles nem sempre acertam e precisam aprimorar bastante sua forma técnica para merecerem a condição de titulares. Talvez precisemos contratar alguém para este setor.

Deixei o meio por último por ser o mais relevante atualmente. Nesse setor, só temos mesmo Gustavo Scarpa de meia clássico capaz de decidir (não estou mais contando com Gérson) e isso me preocupa muito. Falta inspiração em muitas das partidas, especialmente naquelas em que precisamos superar ferrolhos (contra Botafogo e Vasco, por exemplo) e a velocidade dos atacantes nem sempre basta. Precisamos contratar um meia experiente para dividir a responsa com o Scarpa. Wagner? Conca? Thiago Neves? Dátolo? Não sei. Mas a questão é que precisamos demais desse jogador, sob pena de termos um restante de temporada pra lá de improdutivo.

Uso como exemplo o tal do Mancuello, meia da molambada. Sem ele, o time desaba taticamente e as piores atuações da temporada foram exatamente quando não esteve em campo. Sei que o Scarpa tem grande potencial, mas ele – ainda – não é um Conca, por exemplo. Então, diretoria, dois laterais, um primeiro volante, um meia experiente (dois meias seria o ideal, sendo o segundo para compor elenco, já que Felipe Amorim não dá) e um atacante de velocidade talvez salvem nosso ano. Se queremos Copa do Brasil e, principalmente, o Brasileirão, é imperativo reforçar esse time.

Curtas

– Fluminense x Ferroviária na Copa do Brasil. Não conheço o adversário, sei que é um clube paulista de pequeno investimento apenas. A menos que uma hecatombe aconteça, acredito que eliminamos o jogo da volta. Três a zero.

– Os puritanos que me desculpem, mas não há como não falar de política no clube quando aberrações que causariam a destruição da credibilidade do estatuto estão prestes a acontecer. Que sejam seguidas as regras e tenhamos eleições limpas no Fluminense! Casuísmo no meu Flu, nunca!

– Quer dizer que assaltaram o CT? Espero que a diretoria tome as medidas cabíveis, pois se agir da maneira que quase sempre faz quando o clube é lesado (ou seja, não agir), nosso Centro de Treinamentos virará ponto turístico dos assaltantes da Barra. Notas oficiais não bastarão, Peter!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: AS / PRA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres