Eu me joguei… Graças a Deus, o juiz deu! (por Marcus Vinicius Caldeira)

“Ele tocou na minha perna… Eu me joguei… Graças a deus o juiz deu… E a gente conseguiu virar o jogo”.

Essas foram as palavras do jogador Aylon ao SporTV, logo após a partida de ontem contra o Fluminense. Confessa o que todos viram. Ele simulou o pênalti e o horroroso juiz de ontem caiu.

Em meio a uma semana santa – em que temos empresários bandidos caguetando políticos bandidos, numa semana santa em que o Presidente da República, nove de seus ministros, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, dezenas de parlamentares e centenas de outros políticos foram caguetados pelos empresários bandidos – um jogador sem nenhuma desfaçatez simula um pênalti e ainda vai para as câmeras “confessar o crime” sem o menor pudor. Como se fosse bacana. O pior é que, se bobear, tem gente que deve acha-lo bacana mesmo. O malandro. O esperto.

Nenhuma sociedade pode funcionar assim, com cada um querendo passar a perna no outro.

É o famoso “futebol imita a vida”.

É para pegar essas imagens e enviar ao STJD para enquadrá-lo. Existem artigos na lei para isso. A pena prevista é de seis a doze jogos e a multa pode ir até cem mil reais. Foi o que foi pedido para Valdivia no ano passado por um lance parecido. No caso, se transformou em multa. Porém, há de se ir a frente com isso. E mais: clubes tem de forçar a pena. Isso tem que acabar.

Sobre o jogo, o juiz, fraco, ruim, inepto para a função, o destrambelhou completamente.

O Fluminense começou muito bem. Os vinte minutos iniciais foram muito bons, tanto que abrimos o placar e podíamos ter feito outro. Depois dos vinte, o Goiás reequilibrou. Com a expulsão do Cavalieri (está lento demais, infelizmente na descendente) no final do primeiro tempo, ficou ruim para o Fluminense,

O time veio para o segundo tempo com duas linha de quatro e Pedro (entrara no lugar de Henrique Dourado por contusão) isolado. Aliás, Abel tem de dar um esporro federal no garoto. O time todo ligado, combatendo e ele querendo fazer firula. Há grande risco de se perder se continuar dessa forma.

Foi um ataque contra defesa no segundo tempo. Só o Goiás atacava. Estava dando certo, até que depois dos 30 o jogador esmeraldino acertou um balaço de fora da área e empatou. Depois veio a safadeza do jogador e a péssima arbitragem com o lance que decretou a vitória dos caras.

Tem nada perdido. Vitória simples nos classifica.

Temos ir com a faca nos dentes. Torcida tem de lotar o Maracanã. Menos de quarenta mil é mostra de fraqueza de nossa torcida. Vamos reverter.

E o cara ainda falou em Deus.

Bizarro!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvcaldeira

Imagem: MVC

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres