Emoção na noite chilena (por Paulo Rocha)

A noite desta quinta-feira será tensa, daquelas que fazem a torcida tricolor roer as unhas de ansiedade. No Chile, um empate com gols na partida contra o Antofagasta serve para que sigamos em frente na Copa Sul-Americana. O dever que deixamos incompleto no Maracanã, teremos que fazer agora, fora de casa. Coisas do futebol – e do regulamento também.

Teremos dois desfalques imensos: Digão (sequer vai dispor de um substituto confiável para esta partida) e Paulo Henrique Ganso, que não foi inscrito nesta fase do torneio. Na zaga, Fernando Diniz pode até improvisar alguém, enquanto no meio-campo caberá a Danielzinho ocupar a vaga do nosso já ídolo camisa 10.

Pelo que pude acompanhar no noticiário, o gramado do campo dos caras está bom e o estádio não é um caldeirão. Melhor pra nós, que poderemos praticar o jogo ao qual agora nos propomos, de toque de bola desde o início da cancha. Não há porque mudar.

A equipe do Antofagasta, por sua vez, mostrou no Maraca que sabe se defender. Agora precisará ser ofensiva. O panorama propício para matarmos o jogo nos contragolpes – usando, principalmente, as jogadas do trio de ataque Everaldo – Yoni- Luciano.

Mesmo com nossos problemas – os recorrentes e os eventuais – confio que poderemos voltar do Chile classificados. O Fluminense já possui experiência internacional suficiente para superar este tipo de obstáculo. Sabemos que é guerra, e que teremos que ser guerreiros desde o primeiro minuto. Desviar da violência, não cair em provocações e por aí vai.

Portanto, vamos acompanhar o duelo (pelo Youtube ou pelo Facebook, pois creio que não vai passar na TV) com fé e confiança. Nosso time está ganhando moral a cada jogo. Sim, ainda temos falhas, mas assistir aos jogos do Fluminense está deixando de ser um martírio. Que Diniz seja feliz em suas escolhas e voltemos com a classificação. Ah, e domingo tem Fla-Flu…

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

3 Comments

  1. NAS CORDILHEIRAS QUE, EM PASSADO RECENTE, 1973, FORAM ENSANGUENTADAS PELO AÇOUGUEIRO PINOCHET E AINDA A SOFREREM OS CHILENOS, HOJE, COM AS MALDITAS EXPERIÊNCIAS DE UM CHICAGO BOY DE FRIEDMAN TAL DE PAULO GUEDES ACERCA DE UMA EXTERMINAÇÃO DE SUA PREVIDÊNCIA SOCIAL, AO QUE PARECE NÃO TER ANTINGIDO TANTO O ANTOFAGASTA A NECESSITAR , CREIO, APENAS EMPATAR. RESTA AO FLU, ENTÃO, VENCER OU VENCER..É HORTA, SEMPRE..

  2. NAS CORDILHEIRAS QUE, EM PASSADO RECENTE, 1973, FORAM ENSANGUENTADAS PELO AÇOUGUEIRO PINOCHET E AINDA A SOFREREM OS CHILENOS, HOJE, COM AS MALDITAS EXPERIÊNCIAS DE UM CHICAGO BOY DE FRIEDMAN TAL DE PAULO GUEDES ACERCA DE UMA EXTERMINAÇÃO DE SUA PREVIDÊNCIA SOCIAL, AO QUE PARECE NÃO TER ATINGIDO TANTO O ANTOFAGASTA A NECESSITAR , CREIO, APENAS EMPATAR. RESTA AO FLU, ENTÃO, VENCER OU VENCER..É HORTA, SEMPRE..

  3. Esperança de Vitória hj no Chile ,concordo com vc Paulo Rocha quanto a falta q principalmente PH Ganso fará,Digão nem tanto,Mas vamos vencer..

Comments are closed.