Editorial: A ironia das supostas fake news tricolores

Na noite desta quarta, o presidente do Fluminense fez um pronunciamento a respeito de supostas ou possíveis fake news envolvendo seu nome e atos relativos ao clube. É seu pleno direito fazê-lo, pois.

No entanto, não se sabe se, por pressa ou desabafo, cometeu um ato falho: generalizou o uso das informações infundadas a sites e blogs que produzem conteúdo sobre o Tricolor. Melhor dizendo, um erro grave.

Tivesse apreço a este PANORAMA, blog de futebol independente com mais autores publicados no país e, diretamente falando, responsável por ajudar a colocar o Fluminense no topo da produção literária de futebol latino-americano, provavelmente não falharia assim.

Aqui, por exemplo, não se produz notícias, mas opinião. Todas devidamente assinadas por seus autores em colunas que sequer têm o famoso botão “like”.

O episódio desta quarta ajuda no sentido de cobrar todos os que produzem conteúdos sobre o Fluminense a agir de forma responsável, mas não deixa de carregar uma ironia.

Há pouco tempo, quando ALGUNS sites e blogs eram notórios e ferrenhos defensores do presidente, outrora pré-candidato, o tratando como um enviado de Deus à terra das Laranjeiras em enrustida propaganda eleitoral por mais de três anos, ele jamais se opôs a um fonema que fosse, mesmo que os conteúdos fossem absolutamente ofensivos a terceiros e, sim, mentirosos ao extremo. O mesmo vale para sua aguerrida troupe de simpatizantes do microblog Twitter.

De toda forma, é bom que se diga que o PANORAMA continua à disposição do presidente para recebê-lo a qualquer hora que solicitar. Será uma honra para a casa da literatura tricolor.

Afinal, por menos que possa gostar da ideia, o presidente governa por todos os tricolores, tenham sido seus eleitores, simpatizantes ou não.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

3 Comments

  1. Parabéns pelo trabalho equipe Panorama Tricolor. Sou fã de vocês! Sucesso sempre.

  2. Perfeito. Muitas fake news parecem inclusive estrategias para lancar cortina de fumaca para situacoes caoticas como as que temos vivenciado

  3. Como os últimos presidentes, é mais um trapalhão a dirigir o Flu (estou sendo bondoso na minha crítica). Já não me lembro do último presidente que tivemos, que estivesse a altura do tricolor. ST

Comments are closed.