E se o Flu radicalizasse de vez? (por Rods)

chuta o baldeIncomodar é um saco. Desde que a Unimed enfiou os pés pelas mãos, financeiramente falando, e a renovação da parceria deu os primeiros indícios de que não aconteceria, o elenco tricolor entrou em leilão. Conca, Fred, Cavalieri, Wagner, Walter e Cícero bateram o recorde de passagens relâmpago por inúmeros times em apenas um mês. A Flapress veio forte como nunca, aproveitando, inclusive, para abafar alguns gritos de 2013. Já estamos acostumados a lidar com eles, mas aí veio o reforço da “Flubabaca” e do próprio presidente da, agora, ex-parceira. Mais do que nunca, viramos alvo.

Ou melhor, viramos espelho. Todos querem nossos jogadores. Todos querem ser o Fluminense.

Ainda que você não goste da gestão de Peter Siemsen, não há como negar o esforço descomunal que foi feito para suprir as necessidades financeiras do Clube. Corre daqui, negocia dali. Não foi perfeito, mas alguns milhões foram garantidos. Parecia que as artimanhas da Unimed não dariam certo e que conseguiríamos manter quem interessava no elenco. Mas é o dinheiro que faz o mundo rodar e a falta dele gera consequências. Quem ganha 750 não aceita ganhar 250. É assim que a banda toca.

Agora, dias após dia, temos que conviver com os boatos, as investidas, verdades e mentiras. Ontem (terça-feira), após o anúncio de uma “reunião” do Celso Barros com os “jogadores Unimed”, pensei no que poderia acontecer se o Fluminense chutasse o balde. Aceitasse negociar esse pessoal todo, obviamente com a devida e justa compensação financeira. Afinal, já sabemos que, além de tudo, não dá pra confiar nas declarações de “sou feliz aqui” e de “eu amo o Fluminense e quero terminar minha carreira aqui”.

Pensem em como enxugaríamos a nossa folha salarial e em como isso nos daria condições de segurar as revelações como Marlon, Gérson e Kenedy (esse resolveu arrebentar na Seleção do Gallo). Também nos permitiria investir em bons, mas ainda baratos, jogadores dos nossos países vizinhos, como o Mayada. Ainda teríamos uma boa dose de jogadores experientes, como Cavalieri (que está devidamente renovado), Gum e Jean (que parece não haver interessados) para liderar os que subiriam da base.

Isso acontecendo, toda a paz de espírito conquistada deixaria o Flu com a possível cara:

Diego Cavalieri; Renato (Igor Julião), Gum, Marlon, Guilherme Santos (Giovanni); Edson, Jean, Marlone (Robert), Gérson (Mayada), Kenedy e Michael.

Posso parecer muito otimista, mas acho que esse time aí dá rock. Afinal, o que temos agora? Um carioca que está sendo costurado pelo Eurico Miranda? Merece algum esforço? Com o passar dos jogos, poderemos ver as posições ainda carentes e teremos caixa para buscar reforços.

Sim, eu sei, a ideia é meio doida e tem uma boa dose de inocência. Mas, nesse cenário, você acharia ruim se o Flu radicalizasse de vez?

ST!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @Rods_C

Imagem: keepcalm-o-matic

Copa

29 Comments

  1. Bom dia Rods. Eu penso igual a vc. Liberaria todos os jogadores da Uni… desde que alguém interessado pague pelas multas. Como não aparecerá interessado que possa pagar o valor das multas, os “figurões” baixarão a bola. Aí o Fluzão poderia chamá-los para fazer um contrato dentro das suas possibilidades. Com certeza todos colocariam o rabo entre as pernas e aceitariam. Ainda acho que alguns poderiam ser dispensados, sem cobrança de multa, como Walter, Henrique, Wagner e Jean.

    1. Rods comenta:

      Bom dia, José! Pois é, esse pensamento veio à minha cabeça e realmente não rejeito que pode ser uma boa ideia. Claro, seria um alvoroço e poderia gerar “mimimi” de patrocinadores que preferem ver sua marcada estampada pelo Fred que pelo Michael.

      Mas enfim, eu não acharia ruim se acontecesse se tudo muito bem negociado.

      Um abraço e ST!

    1. Rods comenta:

      Valeu Filipe! Principalmente se for um timinho com os moleques do Gallo, já pensando na próxima Copa.

      Abração e ST!

  2. Bom dia!eu concordo com VC,só assim o Flu ficaria mais forte com a molecada e com grana para pagar os salários em dia dos jogadores que realmente vieram da base.

    1. Rods comenta:

      bom dia, Elsson!

      É esse o raciocínio. Sem rabo preso, dinheiro em caixa, pagamento em dia.

      Abraço e ST!

  3. Muito simpkes, faz uma camoanga séria para atrair o sócio-torcedor, utiluzando esses jogadores como garoto oropaganda e renova com eles como fizeram com Cavalieri e Gum, pois Fred, Conca, Walter, Cicero sabem q nenhum clube no Brasil vainpagar onq eles ganham, se ñ aceitarem ótimo vãoncantar em outra freguesia e onFlu receberá o q lhe cade de direito, sem desconto,pronto e simpkes e aii quero ver quem vai pagar 1 milhão para jogador q vive machucado, wdo joga resolve, mas tem historico d lesões

  4. Rods comenta:

    Esse lado do sócio-torcedor é uma coisa que precisamos bater muito. Tem o lado de que o próprio Fluminense e sue mkt não sabem fazer direito, mas tb tem o lado da torcida “de facebook” que não se associa.

    Sendo honesto, escrevi sobre a terceirização um tempo atrás: http://www.panoramatricolor.com/terceirizar-e-preciso-por-rods/

    No atual cenário (incompetência nossa), sou a favor dela. Uma associação em massa resolveria todos os nossos problemas. Vide o Internacional.

    E sim, tb acho que não podemos ser reféns de jogador insatisfeito.

    Abraço e ST!

  5. Amigo Rods com todo respeito e admiração que lhe tenho e que sua opinião merece, com esse time que você escalou, voltaremos aos tempos da década de 90 e passaremos por vários vexames.
    Um time não se faz com promessas e jovens. Precisamos de no mínimo 8 jogadores experientes formando a espinha dorsal.
    Lembre-se de 2013. com os jovens quase fomos rebaixados…
    abs

    1. Rods comenta:

      Grande Lennon! Obrigado pelas palavras, eu tb te admiro e respeito sua opinião. Porém, acho que lhe falta um pouco de fé nesses garotos, principalmente agora, com mais maturidade e bagagem.

      A péssima campanha de 2013 passou pela “ajuda” de alguns medalhões que, entre outras coisas, não queria trabalhar com técnico x ou y. Não podemos esquecer disso.

      Abração e ST!

  6. Amigo Rods, Sá acho que nossa base não é o que se propaga. Na verdade, toda vez que eles tem que ser posto a prova, a maioria declina e não segura a pressão, ou faz como o Kenedy, que teve aquela reação no Maraca. Nossa base não ganha nada a nível nacional. Além da Flu- babaca que se deixa levar pela flapre$$ e escreve um monte de besteiras. Tenho fé e torço sempre para o Fluminense, seja com quem for que o represente.
    Saudações Tricolores

    1. Rods comenta:

      Marcos, realmente, a nossa base não é tudo isso, mas tem várias peças importantes, como o Gérson, que têm muito potencial. É importante lembrar que a falta de títulos atual tb tem alguma explicação no fato de termos nossos garotos recheando as seleções de base. Nessa Copinha mesmo, o time estava repleto de juvenis. Quando foi completa, fomos campeões mundiais no Catar.

      Vc está certo. Temos que torcer por quem vestir e honrar a camisa tricolor, seja quem for. Vamos ver o que 2015 nos reserva. Eu tenho muita esperança a médio prazo.

      Abraço e ST!

  7. Eu prefiro um meio termo: continuar com Wagner e Cícero, jogadores que não são tão caros quanto Fred e Conca, mas que tem uma importância próxima a deles, quando falamos apenas de futebol, não de marketing e analisando o desempenho dos quatro no ano passado, e dispensar o resto, talvez não Jean e Gum.

    1. Rods comenta:

      Paolo, uma transição suave ou um meio termo é (quase) sempre uma hipótese melhor. Mas às vezes, é bom chutar o balde mesmo.

      abraço e st!

  8. Cícero, apesar de poder parecer uma ideia idiota – e talvez seja – poderia substituir Fred com vantagens. Foi artilheiro do Santos e um dos artilheiros do Flu no ano passado, mesmo sem jogar no ataque, é inteligente, se posiciona e finaliza bem, tem todas as qualidades que um bom centroavante moderno precisa. Só falta treino. Isso além de se movimentar mais que Fred, o que é fundamental pra implantação efetiva do esquema “Flulemanha” que vimos em alguns jogos do Brasileirão de 2014.

    1. Rods comenta:

      Eu não acho idiota não. Na verdade, cheguei a gritar algumas vezes “dá logo a 9 pra ele”. Eu faria a aposta.

      1. Eu também não, mas merdas acontecem. kkkk Mas acho que nem dá pra chamar de aposta. Creio que daria muito certo! Já que Cristóvão gosta tanto de improvisar, deveria tentar essa. Acho o Cícero um dos jogadores mais subvalorizados do Brasil.

  9. Eu já chutei esse balde desde 2013, 1time jovem/inexperiente q poderia ficar meio de tabela no primeiro ano, mas no segundo iria para a ponta de cima da tabela, Marlon, Robert, Gerson, Kenedy e Pablo Dyego já são bons jogadores que podem vir a ser excelentes (todos 5), fora outros,basta confiança, rodagem e paciência (esta a aresta que não fecha o triângulo para o sucesso). Sinceramente, faria o mesmo (ou pior) que o Kenedy no episódio do dedinho, neguzim vaiar o mlk antes dele entrar foi foda

    1. Rods comenta:

      É isso aí, Zalu! Santos qdo apareceu com os três moleques (Neymar, Ganso e André) ao mesmo tempo, não demorou a deslanchar. Não deixa de ser um exemplo.

      1. Rods,
        quer um exemplo, de fora, dos malefícios da falta de paciência com os moleques? Pogba. Acho que ficou no máximo 1,5 temporada no Manchester United, jogou 3 partidas e foi de graça para a Juventos, deu no que deu… Agora querem pagar os tubos para ele voltar… Para o MU tudo bem, são riquíssimos, mas para o combalido FFC é de uma burrice atroz (direção e torcida) não aproveitar muito bem essa geração de Xeretas

        Aba

  10. na verdade eu espero que o fluminense faça isso contanto que paguem as multas porque o fluminense não vai ter dinheiro pra manter eles e ate porque jogadores como fred e conca são bons mais são muito caros e já tem certa idade ou seja essa é a hora pra fazer uma grana em cima deles , os meninos do flu são bons e tem muito futuro mais ainda precisaremos de alguns jogadores mais experientes pra liderar eles como cicero por exemplo alem da paciência da torcida pra não queimar os meninos

    ***…

    1. Rods comenta:

      Um receio meu é acabarem liberando os moleques pra manter os marmanjos. O pessoal tá em cima do Kenedy e do Gérson.

      ST!

  11. È isso aì companheiro!
    Eu também acho que este time que você escalou dá rock, dá samba, fica à vontade do freguês.
    Fiquei muito animado com o seu comentário, pois você tirou a meu ver os insatisfeitos.
    Assisti aos jogos do Fluminense na copinha e alguns jogadores jà poderiam ser preparados
    para o time de cima. Cito os dois laterais, os três atacantes , o volante que tambem se chama
    Marlon, o barbudinho do meio de campo e um meia baixinho com cara de garoto, mas que não
    erra um passe…

    1. Rods comenta:

      Exatamente, Carlos. Se for pra ficar de “mimimi”, que vá embora. Não podemos ficar reféns desses caras.

      O entendimento no Clube é que o Marlon Freitas e o Ikaro (o barbudinho) já estão prontos pra subir e devem figurar nos treinos dos profissionais. Devem segurar os demais ainda. Um dos laterais que vc citou, é o Breno. Vejo muito potencial nele, mas tem que aprender a não errar passe curto. O meia imagino que seja o Daniel. Esse ainda é muito garoto, mas tb tem muito potencial.

      Abraço e ST!

  12. Tô assustado com o tamanho da Flubabaca
    Como “recramar” da frapress,se Sandrão e o Jackão aparecem toda hora com grande destaque em nossos assuntos .

    1. Rods comenta:

      o triste é saber que a Flubabaca talvez seja a maior “torcida” do Fluminense…

      ST!

Comments are closed.