O Flu com espírito de decisão (por Paulo Rocha)

DOWNLOAD GRÁTIS – LIVRO – COPACABANA CITY BLUES

DOWNLOAD GRÁTIS – LIVRO – PEQUENOS RELATOS DA OPRESSÃO

A tradição do Fla-Flu foi honrada: somente tendo nervos de aço para assistir. Usamos a vantagem com inteligência, jogamos bem, com o coração. Por isso estamos na final da Taça Rio. Afinal, time melhor, no papel, nunca foi garantia de vitória para ninguém. O Fluminense de Abel Braga está voltando a dar orgulho para a sua torcida.

Agora teremos pela frente uma equipe que se credenciou à disputa do troféu com a mesma receita utilizada por nós: a superação. O Botafogo, assim como o Fluminense, tem um elenco modesto. Mas jogando para vingar a perna quebrada do armador João Paulo e a derrota do domingo anterior, bateu o Vasco e obteve a sua classificação.

Portanto, para levantar a taça, será preciso transpiração em dobro. Os alvinegros, que jogaram um dia antes, estarão mais descansados, sem dúvida. Que os tricolores descansem e joguem, mais uma vez, de maneira intensa, mas inteligente. Com espírito de decisão.

Desta vez, não teremos pela frente um time que se acha melhor do que os outros e presume que, quando lhe interessar, ganhará de quem vier pela frente. Enfrentaremos um rival ciente de suas limitações, mas que dará a última gota de suor que tiver para conquistar a vitória.

Portanto, se quisermos mesmo levar a Taça Rio para casa, teremos que, no mínimo, nos igualar ao rival em disposição. Esse ingrediente definirá o título. Lembrando que esta ainda é o returno e que a fase final do Campeonato Carioca nos reserva ainda fortes emoções.

xxxxxxxxxx

Parece que agora está bem claro o tipo de conduta de Gustavo Scarpa, o ardil utilizado por ele para deixar o Fluminense. O Palmeiras terá que sentar para conversar conosco e nos indenizar de alguma forma. Ter o jogador de volta, não queremos. Nunca mais. Não merece vestir a camisa que tanto amamos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: paro

Comentário