Dará liga o 4-2-3-1 com Fred? (por Crys Bruno)

 

cb

Oi, pessoal.

Ano novo, casa nova!

Hoje eu estreio nesse espaço, onde já figuram muitos craques, com respeito e motivação, ciente da minha responsabilidade.

Antes de tudo, eu gostaria de registrar minha gratidão pela confiança e o convite de João Marcelo Garcez e Paulo Roberto Andel, respectivamente.

Andel, que conduz o Panorama Tricolor com imensa habilidade, aposta na minha “escalação” e como uma “menina de Xerém”, buscarei estar sempre à altura da torcida tricolor. Para isso, conto com todos vocês. Então, vamos nós!…

Ao anunciar a contratação do meia-atacante Marlone, o vice de futebol, Mario Bittencourt, comentou que o recém-contratado deverá jogar pelos lados do campo, já que Cristóvão arma o time num 4-2-3-1. Nós vimos essa arrumação tática em alguns jogos do Brasileirão-2013 com Sóbis de centroavante, quando o time fez grandes jogos.

Só que no pós-Copa, com Fred, um centroavante com pouca mobilidade, que não cai pelos lados, o time travou. Isto porque Fred movimenta-se por dentro, ainda trazendo seu marcador, no espaço em que os meias-atacantes precisam para fazer o deslocamento, pensar e escolher a jogada, infiltrar na área.

Situação que fez o Fluminense retornar ao previsível, àquela equipe de uma jogada só: bola no lateral (que nesse esquema deve ser mais marcador do que atacante), e… cruzamento para Fred. Foi assim que o atacante foi o artilheiro do Brasileirão. A questão que fica é: o esquema do Cristóvão se encaixará com Fred? Em 2014, não deu liga.

Eu tenho certa dúvida. Como sabemos, o nosso camisa 9 precisa de um companheiro de ataque veloz. Foi assim quando mais se destacou com Maicon “Bolt”, no “milagre” de 2009, e com Wellington Nem, no tetracampeonato de 2012.

Na tática de Cristóvão, os meias caiem no lado do campo. Atacantes agudos também podem exercer essa função. Rafael Sóbis foi escalado ali, mas não é agudo nem armador. Não funcionou, claro. Cristóvão mencionou que Lucas Gomes “é um Sóbis mais jovem e rápido”. Se for um Sóbis sem agudez de uma ponta, não funcionará nesse esquema.

Dentre os que atuaram ano passado e AINDA estão no clube, Cícero também não pode jogar assim porque não tem velocidade nem característica. Cícero é um segundo volante que usa o corredor central para chegar (e muito bem!) ao ataque. Foi usado geralmente mais avançado para suprir a falta de um camisa 10 de um elenco, mas não é um camisa 10.

Sobre Wagner, embora não tenha velocidade para jogar aberto, como vimos várias vezes em 2014, tem bola. Não gosto de vê-lo marcando lateral adversário, só que treinador, no Brasil, não abre mão disso. O camisa 10 do time é um jogador que, como Conca, precisa “flutuar” para se desmarcar, ler o jogo, buscar os espaços e a jogada ideal. Com Marlone, eles três farão,  provavelmente, o papel da criação e chegada ao ataque (leia-se Fred).

Será que a movimentação constante do trio suprirá a imobilidade de Fred? Como, se o camisa 9, quando sai da área, vem pelo meio? Como ajustar esse deslocamento? Se Cristóvão não conseguir solucionar isso, não poderá seguir a tática de jogar só numa tática – muito comum entre os técnicos brasileiros e técnicos europeus de times médios e pequenos – porque o Fluminense travará de novo.

Estou curiosa para ver como o já questionado comandante tricolor posicionará o time e se trabalhará como profissional de time grande que é, tendo na manga outras opções táticas para encaixar os estilos dos seus principais jogadores.

Conca e Marlone têm boa agilidade para cair pelas pontas; Wagner não tem velocidade, mas tem bola. Cícero tem bola, mas centralizado, por dentro. Com um centroavante que se desloca num espaço que prejudica a evolução do time, ou usamos a inteligência do Fred para evitar esse movimento ou outras táticas serão fundamentais. A conferir.

Abraços,

fraternalmente,

Panorama Tricolor

@PanoramaTri  @CrysBrunoFlu

Imagem: cb

Próxima coluna: “Ao “professor”com carinho”- e se o time travar com o 4-2-3-1 de Cristóvão, que tática usar?  Qual eu usaria? E você?

Siga lá! Twitter: @CrysBrunoFlu

2014 copa

7 Comments

  1. Seja bem-vinda, Crys. Seu cartão de visitas foi um verdadeiro panorama do foi o Fluminense pós-copa com Fred em campo. Como jogador inteligente que é, torço para que use a massa cinzenta para posicionar-se de acordo com um esquema menos egoísta e mais produtivo para o Flu. E será o Cristóvão quem deverá avaliar isso no dia a dia dos treinamentos. Ser um time previsível como foi em 2014 é tudo o que nós não desejamos. Parabéns e ST

  2. Vejo pela primeira vez nos ultimos 05 anos o Fluminense de utilizar um esquema 3-5-2 que faria a bola chegar no tao isolado Fred. Digo isso porque Marlon e Mattis fizeram boas partidas. Acrescentando o Gum e Joao Felipe ( que jogou de volante em 2014) fica claro que ha opcoes taticas. Escolhendo os 3 zagueiros de preferencia e Edson ( ou Jean, ou Joao Felipe) de volante o resto fica facil. Jean ou outro na lateral direita, novo contratado na esquerda e um meio campo com conca, wag e Marlone

  3. ST**** Crys.

    Em 2015 o Panorama começa bem reforçado.
    Ótimo assistir você e o Felipe jogando juntos.
    Mais um campeonato vencedor no qual ganharemos nós, leitores.

    O Fred ao longo dos anos exibiu um comportamento consistente.
    A prioridade dele é ele. Ingenuidade acreditar que algo mudou radicalmente.
    Demonstrou pequena alteração apenas forçada pelas circunstâncias:
    o desmantelamento PARCIAL de sua panela e a perspectiva de perder la dolce vita.

    E bravura para sentá-lo.

    Torçamos,…

  4. Por concordar com os teu argumentos, é que defendi a permanência de Samuel, que é um jogador tático, inteligente e cai bem pelos lados, seria bom te-lo no plantel. Li no netflu que optaram pelo Michael, pois ele tem um aproveitamento de 95% nas bolas aéreas, o que sugere que ao entrar no decorrer do jogo o cardápio da bola só vai oferecer ao torcedor bolas alçadas na área pra ver se no bate e rebate, se consegue fazer gols….

  5. Parabéns a Crys e ao Panorama ,quanto a tática do Cristovão também penso que pode “travar” como em alguns jogos do pós copa,acho que no Flu com o Fred vai ser difícil implantar seu esquema de movimentação e posse de bola ( a não ser que o Fred se machuque ) se movimentar ele não vai mesmo
    então pelo menos temos o tal jogador de velocidade pelos lados do campo a conferir, ST.

    *** Antispam disabled. Check access key in CleanTalk plugin options. Request number 27b4b1511abd08f8a72189b8e60008db…

Comments are closed.