Cruzeiro 2 x 0 Fluminense (por Ernesto Xavier)

IMG_20151012_124854

Manhã quente, Flu frio.

O time do Fluminense começou equilibrado, jogando com a bola nos pés e sem levar sustos. Uma falta em Gerson aos 11′ perto da área deu chance a Jean bater uma falta perigosa. Bola foi por cima e dava impressão de que teríamos um bom jogo. Ledo engano.

Começamos na 11° posição na tabela e eles na 13°.

Flu não se intimidava e a briga por cada bola era a tônica do começo da partida. Como se estivessem dando uma chance à própria sorte. Posse de bola, boa saída para o ataque. O esquema de Eduardo Baptista dava certo e anulávamos as jogadas cruzeirenses. Foi então que passamos a tirar o pé, ter desatenção e perdíamos todas as bolas no meio-campo.

Com a defesa desarrumada o Cruzeiro teve chance com Willian aos 17′ em desvio de Cavalieri.

Gerson tem clara dificuldade em disputas de bola. Ele que deveria segurar a bola no ataque. Foi assim que Manoel cruzou para Willian receber na área, girar e bater no canto do gol do Fluminense.

Marcos Júnior se arrastava em campo. Sentia a coxa esquerda. Menos um.

Em contra ataque, Álamo assustou aos 37′ com chute de fora da área.
Ayrton é muito melhor do que Breno Lopes. Por que ele é reserva? Alguém explica?

O perigo ainda rondava nosso gol no primeiro tempo. Fabricio na esquerda em jogada perigosa e gol perdido por Willians. E assim chegamos ao fim da primeira etapa.

Flu tomou um gol praticamente na saída de bola. Dois minutos e Willian faz o segundo dele e do Cruzeiro. Como foi? Bola perdida por Vinicius no meio, contra ataque e gol. Simples. Vinicius entrara no lugar do contundido Marco Júnior, mas Gerson seguia em campo (errando). Marlon caído dentro da área e Willians arrancou para o ataque e chutou. A falta de fairplay levou o jogadores tricolores a loucura. Bate boca.

Willian bigode grosso em manhã inspirada recebeu livre na área e quase marca outro aos 15′.
Bela defesa de Cavalieri aos 18′ e em seguida Marlon caído novamente. Perda irreparável para a defesa. Aos 20′ já tínhamos feito as 3 substituições.

Novo milagre de Diego Cavalieri aos 27′ em defesa dupla em jogada de Marcos Vinicius.

Jogo  caminhou sem ameaças do Flu e contra ataques do Cruzeiro.

Para finalizar, um gol incrível perdido por Leandro Damião aos 46′. Drible no goleiro. Gol aberto. Bola mansamente indo para fora. Fim de partida.

O Flu parece estar com a cabeça no Palmeiras. O Brasileiro não o motiva mais. Mas ainda faltam 6  pontos para fugir de qualquer perigo. É preciso cautela.

Queremos o título da Copa do Brasil e vaga na Libertadores, porém futebol é jogo a jogo. Precisamos de ímpeto em todas partidas. Fica a dica.

Até quarta.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @nestoxavier

Imagem: pan

CAPA O FLUMINENSE QUE EU VIVI AUTÓGRAFOS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres