Corinthians 1 x 0 Fluminense (por Paulo Tibúrcio)

tiba red

O Fluminense foi a São Paulo enfrentar chuva, frio, a pressão incessante da torcida adversária e o time do Corinthians, que estreava um novo técnico, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Após cedermos o empate no jogo de ida em Edson Passos, precisávamos vencer ou pelo menos empatar, desde que marcássemos, pelo menos, um gol. O Fluminense contou com o retorno de Douglas no meio e Willian Mateus na lateral esquerda. Na frente, um time sem centroavante de ofício.

O jogo começou bastante disputado e aos poucos o Fluminense conseguiu um maior domínio da bola, avançando de maneira organizada. Scarpa armava as jogadas, Marco Júnior e Welington se movimentavam bem no ataque, este último mais incisivo. Porém, tivemos dificuldades para chegar na área e concluir a gol. Chegamos a marcar duas vezes com Cícero, mas o jogador estava impedido nas duas ocasiões. O adversário jogava mais recuado e o Time de Guerreiros marcava em duas linhas de cinco, com bastante participação dos jogadores de frente. Pierre, como sempre, foi incansável na marcação. A defesa esteve bem postada, dificultando as ações corintianas. Os laterais apoiavam pouco o ataque. Ainda tivemos um polêmico pênalti não marcado em Cícero e o primeiro tempo terminou sem gols. Então, veio o segundo tempo…

Welington, que fez um bom primeiro tempo, teve que ser substituído por causa de lesão. O time continuou atacando, com o Corinthians começando mais recuado. Tivemos mais um gol anulado, desta vez de Richarlison. O time não marcava o tão desejado gol, de forma que Levir resolve mexer, tirando Pierre para a entrada de Marquinho. O time se desorganiza e o Corinthians aproveita a oportunidade para abrir o placar, após um contra-ataque pela direita. Júlio César, que foi bem no jogo, chegou a tocar na bola. Após o gol, o time se perde em campo, passando a atuar na base da vontade. Como última esperança, Levir pôs Magno Alves no lugar de Marcos Júnior, mas de nada adiantou. Para completar a triste noite, Marquinho foi expulso. Equivocadamente, na opinião deste que escreve. Fim de jogo, Corinthians vence e tira o Fluminense da Copa do Brasil.

Grande atuação de Gustavo Scarpa. Ainda muito jovem, mas vem atuando bem, armando as principais jogadas do time pelo meio. Decepcionado com o Cícero. Jogador de extrema habilidade e inteligência, mas que não se empenha em campo. Se jogasse com um pouco mais de determinação, teríamos um time bem mais forte. Muitos criticam Levir Culpi, mas eu o isento da derrota. Considero acertada a substituição do Pierre pelo Marquinho, que é bom chutador, mas neste jogo não correspondeu às expectativas. Não tem como prever. Também não condeno a entrada do Richarlison, dadas as circunstâncias, embora eu preferisse o Magno Alves. Levir pode ter pensado em manter um ataque mais rápido, o que também não funcionou. Ele está fazendo o possível com as peças que tem à disposição.

Enfim, a Copa do Brasil faz parte do passado. Ficamos tristes, mas temos que focar no Brasileirão. A meu ver, o time ainda está em formação e Levir Culpi terá que se desdobrar para torná-lo competitivo, principalmente pela ineficiência dos laterais e pela ausência de jogadores que saibam concluir a gol. Mas o campeonato está nivelado e podemos vencer este mesmo Corinthians na próxima rodada. Torcemos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: bit

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres