Chapecoense 2 x 0 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

LIVRO “RODA VIVA” – DOWNLOAD GRÁTIS AQUI

Início muito ruim do Fluminense. Desatento, marcação muito relaxada, Lucas oferecendo uma avenida para o lateral Reinaldo e Gum chegando atrasado nas bolas aéreas. Além do gol logo aos 3’, a Chapecoense chegou outras vezes com perigo pelo lado de Lucas. O Fluminense só foi oferecer perigo a Jandrei aos 32’, num cruzamento de Marcos Junior e Marlon Freitas perdeu de cabeça. Nos últimos 15’, o Fluminense avançou, trocou passes na intermediária ofensiva, mas faltava Henrique Dourado para funcionar como referência. A bola rodava, rodava, mas não chegava. Mesmo atacando menos, era só cruzar na área tricolor que era um Deus nos acuda. Péssima atuação do Fluminense no primeiro tempo.

No primeiro cruzamento na área tricolor, gol. Num bate-rebate, o árbitro assinalou que a bola ultrapassou a linha. Há controvérsias. A Chapecoense encontrava muita facilidade para entrar na área. As chances foram se sucedendo. O Fluminense com Robinho no lugar de Richard tentou pressionar a Chapecoense, mas não articulava para criar as oportunidades. A partir da intermediária, a bola era lançada na área. Com a entrada de Luquinhas e Romarinho, o Fluminense sinalizava que tinha aberto mão do jogo.

DIEGO CAVALIERI

Poderia ter saído do gol algumas vezes, principalmente nas bolas na pequena área. Bobeou no segundo gol: demorou a chegar na bola. No segundo tempo, ficou mais esperto e saiu algumas vezes do gol.

LUCAS

Uma avenida para Reinaldo. Errou vários passes. Péssimo jogo. Um dos responsáveis diretos pela derrota.

GUM

Errou muito nas bolas aéreas vindas da esquerda. As dificuldades o deixaram nervoso, o que fez com que os erros aumentassem. Partida horrível.

REGINALDO

Melhor que o companheiro de zaga. Fez boas antecipações.

MARLON

Dificuldades no começo de jogo. Depois se soltou e melhorou no apoio, mas não tem força para chegar ao fundo do campo.

RICHARD

Revezou com Marlon Freitas entre ficar mais próximo à zaga e sair para a ajudar na transição.

ROBINHO

Não teve espaço para usar a velocidade e pouco pegou na bola.

MARLON FREITAS

Não é um bom passador. Quebra a velocidade das transições com muitos passes laterais ou para trás. Tentou fazer a função de Sornoza, mas não tem qualidades para isso.

WENDEL

Voltou a jogar mal. Picotava muito a transição e permitia a recomposição defensiva da Chapecoense.

GUSTAVO SCARPA

Sumidão. Deveria ter procurado mais os lados do campo. Alguns chutes a gol e só um com perigo.

LUQUINHAS

Não acrescentou.

MARCOS JUNIOR

A correria de sempre. No entanto, jogou muito longe do gol.

ROMARINHO

É muito fraco tecnicamente, mas joga com vontade. Só que vontade não ganha jogo.

PEDRO

Neutralizado pela zaga adversária. Não consegue se impor dentro da área. É para ser utilizado no segundo tempo e de vez em quando.

ABEL

A ausência de Sornoza complicou a armação do meio-campo. Richard e Marlon Freitas tornaram o time lento e sem criatividade para a transição. O time não mostrou vontade de ganhar. As substituições não melhoraram em nada o time.

CHAPECOENSE

Ganhou sem fazer muita força.

ARBITRAGEM

Fiquei na dúvida se a bola entrou toda.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres