Bagunçando o Laranjal (por Fillipe Souza)

bagunçando 888

Faaaaaaala rapaziada!

E o menino Robert hein? O novo Lenny! Mas eu sei o porque de toda aquela ginga, aquela malemolência, aquele bom futebol:

DIGUIM

O que seria do mundo se não fossem as boas companhias, não é mesmo?

O Fluminense fez um bom primeiro tempo contra o Bangu, no domingo. Logo marcou um com Fred novamente, se tornando artilheiro do Novo Maracanã ao lado do Hernane (quem?). Leram essa notícia em algum veículo de grande massa? Nem eu.

No segundo tempo, o Flu com Robert no lugar do Lucas Gomes. O Bangu cresceu no jogo. Isso me cria dúvidas: Cristóvão mexeu mal (Vinícius estava apagadíssimo) ou as mudanças do Bangu fizeram o time melhorar? Sim, pois alguns tricolores só sabem criticar e criticar e criticar. Parece que não existe time adversário. Dentre as oscilações, destaco o goleiro do Bangu, Gordon Banks. Três defesas à queima roupa. O grande nome do jogo.

Vi mulambos exaltados pela marcação do impedimento em gol anulado pelo Bangu. Segundo mulambos, vencemos roubados. Experiência própria fala alto e devemos respeitar.

Hoje, o Fluminense encara o simpático Boavista, na aprazível Saquarema, às 17:00 h. Com isso, não teremos jogo do Tricolor em fim de semana de Carnaval. Somente na quarta-feira de Cinzas, contra o Volta Redonda, que falaremos na semana que vem.

Na terça passada, a Federação de Futebol do Estado do Rio, a FEZES, tirou outro jogo do Flu do Maracanã contra aquele time que fez muito sucesso nos anos 80 e 90, que tem o uniforme parecido com o da Ponte Preta, e que eu só lembro o nome por causa do grande navegador, o Vasco da Gama. Por causa daquela briga sobre lado de torcida, a FEZES, ignorando um contrato em vigor e pra beneficiar o grande navegador português, decidiu alterar o local para o Engenhão. O que falar mais sobre o Eurico? E sobre a Federação? O único “ser” desse campeonato que lucra com jogos horrendos.  Eu me recuso a comentar.

Vamos falar de coisa boa? E não é a TekPix.

Contaremos com a volta de três garotos que poderão ser fundamentais ao Fluminense esse ano: Marlon, Gérson e Kennedy. Paciência com os moleques que eles tem um puta futebol pra mostrar.

Pra você, torcedor tricolor que odeia o Fred, xingava o Deco de bichado, falava que o Thiago Neves era chinelinho e não jogou nada em 2012. Foi pra você que eu criei a sessão “Saudades”. Toda semana, ou quando eu achar que devo, colocarei uma “personalidade” que só fez merda com a camisa tricolor. Daí você baterá no peito e dirá: Taqueopareo.

Momento Saudade

Quem não se recorda do grande volante Marciel? Amado por uns e odiado por todos, Marciel fez parte do time tricolor de 2004, do grande Alexandre Gama (que poderia facilmente ser homenageado nesta coluna). Marciel era aquele volante clássico: fazia faltas e não sabia dominar uma bola. Portanto, meus caros, antes de criticar Jean e Edson, lembrem-se do Marciel.

MARCIEL

 Fillipe Souza foi a uma loja de fantasias comprar uma máscara pro Carnaval. O vendedor voltou só com o elástico.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: trash

#SejasóciodoFlu

2014 copa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres