Aqui é o Fluminense! (por Marcus Vinicius Caldeira)

6e3c9339ee4bc2260dcb9a5302e09f00

Domingo passado, fomos derrotados para o Flamengo por três a zero, muito influenciado pela expulsão injusta de Fred. Ao final do jogo, a torcida adversária, que tem extrema dificuldade com o português e a matemática, gritou: “Eliminados… eliminados…”.

A estes molambos digo duas coisas:

1) Voltem para a primeira série primária;
2) Isso aqui é o Fluminense, algo que vocês nunca entenderão.

O Tricolor é a gênese do futebol carioca. Daqui fez-se a luz e o Rio de Janeiro parou de remar. O Fluminense move as placas tectônicas, como diria o grande tricolor Leonardo Bagno.

Moisés abriu o Mar Vermelho! Belo feito. O Fluminense era tido como rebaixado em 2009 por onze entre dez brasileiros (o flamenguista vai achar que a expressão está correta) e o final já sabemos. Impossible is nothing. O título brasileiro deles naquele ano ficou sem graça. Isso foi mais do que Moisés fez.

Fizemos a maior campanha dentre todas na história recente da Libertadores. Sucumbimos para a altitude em Quito e não levamos a taça que era para estar repousando serena em Laranjeiras agora. Paciência. Mas, quem não sente orgulho daquela campanha? Eu sinto! Foda-se o que pensam os outros. O Fluminense é para poucos mesmo.

A FERJ, comandada pela dupla de mafiosos Eurico e Rubens Lopes, fez de tudo. O Fluminense muitas vezes em campo (inclusive ontem) também não ajudou. Eles queriam o Tricolor fora. Se rasguem, não caímos.

Nâo, não é para ter orgulho por termos nos classificado a duras penas para as semifinais… Verdade… Peraí:foda-se a razão! Futebol é paixão, amor e alegria. Quem não está alegre pela classificação? Eu estou… pra caralho.

Dane-se por ora se o 4-2-3-1 não deu liga, se temos buracos na frente da zaga, se a mesma joga em linha e faz linha burra o tempo todo e se o time não está compactado. Isso é um problema para o Drub resolver no comando técnico do futebol. E espero que eles resolvam. Por ora, vamos comemorar sim a classificação.

Dane-se se não jogamos bem contra o Madureira e só vencemos com um gol contra do adversário aos quarenta e dois do segundo tempo. Dane-se: nos classificamos quando mais uma vez nos davam como mortos.

Não importa, faltam quatro jogos para um título. Um novo campeonato. Pelo que temos jogado e pelas sacanagens que fazem conosco extra-campo, somos francos atiradores. Mas não custa lembrar que sapecamos nosso adversário das semifinais sem dó nem piedade por três a um.

O campeonato é um lixo? É. E espero que seja o último ou pelo menos o último sobre o comando dessa Federação. Mas não caímos como eles queriam. E título é título!

Neste momento o trio de patetas Elisa Duba (presidente do Madureira que conseguiu sua semana de fama e agora irá recolher-se à sua insignificância), Rubens Lopes e Eurico Miranda deve estar se corroendo. Há sério riscos de um Fla-Flu na final.

Não importa o que acontecerá.

O Fluminense vai para a briga pelo título de uma forma ou de outra.

Contra tudo e contra todos.

Esqueçamos nossas diferenças internas por ora. Todos somos tricolores.

A hora é essa.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvinicaldeira

Imagem: off

#SejasóciodoFlu

o espirito da copa divulgação

6 Comments

  1. E não quero nem ganhar esse campeonato de merda por causa do título.
    Quero mesmo é ver muita gente espumando.
    Hoje só quero rir para cazzo.

  2. Será que Fred será punido? Acredito que sim, pois agora estamos na disputa.
    Somos todos Tricolores!

  3. Caldeira, muito bom quando diz que o Fluzão fez o Rio parar de remar. Quanto a Libertadores, só não ganhamos a taça porque a conta corrente do Hector Baldassi engordou muito. Fomos operados vergonhosamente. Braxx.

Comments are closed.